Planilha de gastos: Calcular despesas da casa

Publicado em Atualizado em: 12/04/2019

Coloque tudo na ponta do lápis e veja onde é possível economizar

É possível, sim, prever e organizar as despesas da casa. A categoria inclui despesas fixas e variáveis.

Se você prentende comprar ou alugar uma nova casa, fique atento: alguns gastos podem oscilar de acordo com o tipo de moradia. Conheça cada um deles e certifique-se das despesas que irá assumir.

Receba nossos conteúdos exclusivos

1. Despesas fixas mensais

São aquelas contas que já sabemos o valor. Entra mês, sai mês e elas estão lá. Embora não possibilitem economia, também não causam surpresas:

Aluguel/prestação: o valor do aluguel é fixado em contrato e permanece fixo durante a vigência do documento, sendo reajustado após esse período. No caso de um financiamento, em geral os juros são calculados e embutidos em parcelas fixas. Algumas instituições trabalham com financiamentos em parcelas decrescentes. Ao alugar uma casa ou apartamento, peça uns dias de carência alegando os gastos com a mudança e quando for comprar um imóvel, busque as melhores taxas de juros e condições de pagamento.

Condomínio: em geral a taxa de condomínio inclui diversos serviços de manutenção da área comum aos moradores como segurança, faxineiro, jardineiro… Avalie se o valor cobrado pelo condomínio é justo pelos serviços que oferece e pondere se as despesas seriam desnecessárias caso morasse em outro local.

Faxineira/Jardineiro: o valor gasto com esse serviço depende de diversos fatores como a frequência e o tamanho do local a ser limpo. Avalie a periodicidade necessária e pesquise o valor cobrado por profissionais em condições semelhantes as que você propõe. Embora o valor dos serviços prestados por faxineiras e jardineiros possa variar, é possível acertar um valor fixo mensal.

Seguro de casa: valor gasto mensalmente com um seguro que cubra eventualidades como incêndio, furto, colisões de veículos, etc. O seguro do imóvel é muito importante para a preservação do seu patrimônio, não esqueça de incluí-lo no seu orçamento mensal. Veja como fazer um seguro de casa.

2. Despesas variáveis mensais

Estas são despesas que variam mensalmente e nos permitem economizar!

  • Luz/Água – Uma boa dica para fazer o dinheiro render mais na hora de pagar essas contas é substituir as lâmpadas pelas de baixo consumo, procurar utilizar aparelhos eletrônicos em horários mais econômicos e claro, cortar desperdícios como vazamentos e luzes acesas sem necessidade.
  • Telefone/Internet/ TV a cabo – Atualmente a maioria das pessoas possui telefone celular com planos bastante econômicos e nem sempre é necessário manter um telefone fixo em casa. Faça as contas, compare preços e avalie os benefícios que seu plano atual está lhe oferecendo. Além disso pode ser mais vantajoso contratar uma empresa que agregue os três serviços ao invés de pagá-los separadamente.
  • Gás – Tem sua durabilidade de acordo com a forma de utilização. Em geral, alimentos preparados no forno consomem mais.
  • Supermercado – Uma boa dica para economizar com alimentação é elaborar um cardápio semanal e fazer as compras de acordo com o planejado. Você também pode adquirir alimentos em estabelecimentos específicos, como açougues e feiras-livres, deixando o supermercado para as compras de alimentos não perecíveis e produtos de limpeza. Compare preços, experimente novas marcas e aproveite as promoções.

3. Despesas anuais

São despesas que não permitem economia. Devem ser pagas e as taxas de referência podem variar conforme a localidade. As prefeituras em geral oferecem benefícios para pagamentos a vista como grandes descontos e até sorteios.

  • IPTU – O Imposto Predial e Territorial Urbano possui lançamento anual e o reajuste ocorre da mesma forma variando de acordo com o imóvel.

Laudêmio – Morar próximo às praias com vista para o oceano tem um custo a mais: O laudêmio é uma taxa cobrada sobre o valor do imóvel para terrenos de marinha, em uma profundidade de trinta e três metros, medidos horizontalmente, para a parte da terra.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Postado por Revista Creditas

Portal de conteúdo especializado em educação financeira.

3 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Jose Marcos de Almeida disse: às 21:12

    A taxa de captação da creditas? por exemplo tenho aplicação CDB esta pagando algo em torno de 0,40%

    • Revista Creditas disse: às 14:38

      Oi, José
      A nossa taxa mínima é de 1,15% ao mês para o empréstimo com garantia de imóvel. Para veículo é de 1,49% a.m.
      Nos dois casos utilizamos o IPCA como indexador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também vai gostar de
Saiba como tirar o planejamento financeiro do papel

Finanças

Saiba como tirar o planejamento financeiro do papel

Em entrevista para o IGTV, Otávio Machado, da Creditas, dá dicas de como organizar o orçamento e não se enrolar com as contas diárias

Finanças para casais: no dia dos namorados, aprenda a planejar a dois

Finanças Pessoais

Finanças para casais: no dia dos namorados, aprenda a planejar a dois

Revista Digital Creditas entrevistou Dani Lopes, consultora financeira, para dar dicas e mostrar a importância do planejamento financeiro a dois

5 dicas para comprar passagens e economizar dinheiro para viajar

Finanças

5 dicas para comprar passagens e economizar dinheiro para viajar

Ser flexível com dias, horários, destinos e usar programas de milhagens são algumas das boas práticas para fugir da alta nos preços das passagens ...

Como sair do vermelho: 7 cortes para você enxugar o orçamento

Finanças

Como sair do vermelho: 7 cortes para você enxugar o orçamento

Cortar pequenos gastos pode melhorar a sua saúde financeira. Descubra dicas de como aplicar no dia a dia

Veja mais
Navegue por temas