Revista Creditas - Conteúdo e Informação sobre Finanças

Saiba como aproveitar o feriado sem comprometer a renda

Planejamento, foco e clube de benefícios. Confira algumas dicas de como curtir o feriado sem extrapolar o orçamento

feriado

Quem não gosta de um respiro no meio do mês para descansar, viajar ou colocar as coisas em ordem? Em novembro, muitos conseguirão ter até seis dias de folga por conta do feriado da Proclamação da República, celebrada no dia 15, e da Consciência Negra, feriado municipal comemorado no dia 20.

A quantidade de dias off fez com que muitas pessoas tirassem as malas do armário para ir atrás de alguma aventura e/ou um merecido descanso. Uma previsão do Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV) estima que, no período de quatro dias, serão realizados mais de 1,85 milhão de viagens pelos trechos brasileiros – movimentando ao menos 52 atividades da economia.

Ainda de acordo com as projeções, os sete feriadões de 2018 vão gerar um total de 13,9 milhões de viagens no país e trarão um impacto de 28,8 bilhões de reais na economia nacional (sem incluir o Carnaval e a Semana Santa).  

Com tantos dias extras para aproveitar, muitos se perguntam: como curtir a folga, sem extrapolar e/ou comprometer o orçamento? Confira, a seguir, algumas dicas do especialista Filipe Pires, professor do MBA de Finanças do Ibmec-RJ.

Viajar no feriado? Planeje-se

Manter o orçamento em dia requer planejamento. Em momentos que incluem viagens, principalmente. Nesse período, é muito importante contratar o serviço com certa antecedência para garantir o melhor preço – seja na hospedagem, ou no translado.

Em casos de viagens internacionais, por ter o adicional do câmbio, o planejamento se faz ainda mais necessário. Quando há uma organização para comprar a moeda, você se protege dos riscos das oscilações, deixando de perder dinheiro.

“No caso do câmbio, o ideal é comprar aos poucos, com um prazo de dois a três meses”, indica Pires. “Nesse período, você consegue uns bons gaps de volatilidade da moeda.”

Gasto fixo

Para aproveitar a folga sem se preocupar, o ideal é separar o quanto você pode gastar nesse período. Isso te ajudará a não comprometer a estratégia do mês e/ou de um objetivo maior que você tenha traçado para sua vida.

Quando o valor estiver determinado, é só se controlar para seguir o cronograma de gastos. Um detalhe importante caso a viagem seja internacional: cuidado com o uso do cartão de crédito, principalmente pela variação do câmbio no futuro e IOF.

“O melhor é utilizar dinheiro ou cartões de débito das bandeiras mais aceitas”, diz o especialista.

Cuidado com as tentações

É muito difícil resistir a algumas tentações quando em momentos de lazer, principalmente em um local novo. Mas, atente-se. Comer em restaurantes locais e curtir a gastronomia do destino é uma experiência cultural única, mas não deixe com que isso interfira no seu orçamento.

Fuja do frigobar do hotel: a saída é procurar mercados próximos de onde estiver hospedado. Normalmente, os preços de mercado são mais baratos que o do frigobar.

“Cozinhar é outra excelente solução para reduzir o custo com alimentação. Lanches rápidos na rua, mas refeições no conforto do lar, mesmo que temporário”, diz o professor.

Outra maneira de evitar gastos adicionais é garantir a reserva do hotel com antecedência, ou procurar lugares que dê para dividir com mais gente, principalmente se a viagem for em grupo.

Caso não tenha dado tempo de fazer a reserva antes de viajar, evite realizá-la no balcão da recepção, pois o valor é sempre mais alto que pela internet. Procure um estabelecimento com wifi para efetuar a reserva.

“Controle a ansiedade de viver algo incrível se o preço é acima do que você pode hoje”, afirma Pires. “Com planejamento e investimento, em pouco tempo será possível curtir toda experiência, sem o menor risco de se arrepender depois.”

Feriado: a hora certa para aproveitar benefícios

Muitos não sabem, mas ao assinar um serviço, seja de telefonia, internet ou do cartão de crédito, a empresa que presta esse serviço pode oferecer uma cartela de benefícios – o chamado clube de vantagens.

Por meio de pontos acumulados ou promoções de fornecedoras parceiras, é possível economizar e, até mesmo, conseguir algumas coisas da viagem sem custo adicional, como é o caso de passagens, acomodações, refeições, acesso a salas VIPs no aeroporto, entre outros.

Não vai viajar? Aproveite sua cidade

Não deu tempo de se preparar para viajar no feriado? Também existem opções para economizar ficando na sua cidade. Procure promoções em publicações como jornais, revistas, guias de restaurantes, e etc.  

Se você fizer parte de algum clube de vantagens/benefícios, veja o que é oferecido na sua própria cidade. Às vezes você tem desconto em cinema, teatro e museu e não ficou sabendo.

Além disso, alguns locais oferecem muitas opções de lazer gratuitas, como shows, feiras gastronômicas e eventos para crianças.

feriado
Por: Igor Nucitelli

 

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Postado por Paula Bezerra

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também vai gostar de

Como fugir do cheque especial: 5 dicas para não precisar dele

Cheque Especial

Como fugir do cheque especial: 5 dicas para não precisar dele

A modalidade tem uma das maiores taxas de juros do mercado. Organize-se para não usá-lo

Ano novo sem dívida: dê adeus ao nome sujo em 2019

Finanças Pessoais

Ano novo sem dívida: dê adeus ao nome sujo em 2019

Confira como se organizar para começar o ano novo sem estar negativado

Nome limpo: 10 práticas diárias para manter a conta no azul

Finanças Pessoais

Nome limpo: 10 práticas diárias para manter a conta no azul

Saiba como mudar os hábitos, manter o nome limpo e o orçamento em dia

Educação financeira na infância forma adultos mais críticos

Finanças Pessoais

Educação financeira na infância forma adultos mais críticos

A alfabetização financeira contribui para a evolução da sociedade - e da economia

Veja mais