Empréstimo com garantia: o jeito mais barato de conseguir crédito no Brasil

As instituições que oferecem empréstimo com garantia conseguem oferecer as melhores taxas de juros do mercado. Saiba como funciona e quais são as melhores alternativas.

O empréstimo com garantia é uma modalidade, na qual o cliente oferece um bem à instituição e consegue juros mais baixos, além de prazos maiores para pagar. Esse modelo para tomar crédito pode ser bastante vantajoso num país como o Brasil que conta com uma das maiores taxas de juros do mundo.

Garantia é um bem colocado no contrato do empréstimo, podendo ser vendido para quitar a dívida em caso de inadimplência. Esse método permite que sejam oferecidas taxas de juros menores, já que o risco para a instituição financeira é reduzido.

A ideia dessa proteção é fazer com que o cliente não deixe de cumprir o compromisso, com o risco de perder o bem atrelado a esse acordo. As instituições podem aceitar diversos bens como garantia: o imóvel, o veículo, jóias e até mesmo o seu próprio salário.

 

Por que contratar um empréstimo com garantia?

Colocando um bem em garantia é possível conseguir um empréstimo com taxas de juros baixas e prazos maiores de pagamento. A taxa média do empréstimo com garantia de imóveis é de 16,2% ao ano e 27,4% ao ano para os empréstimos consignados. O rotativo do cartão de crédito, o cheque especial e o empréstimo pessoal possuem taxas de, respectivamente, 399,1%, 321,3% e 132,2% ao ano, segundo dados de junho de 2017 do Banco Central.

Empréstimo com garantia de imóvel

O empréstimo com garantia de imóvel é a linha de crédito com as menores taxas de juros do mercado. Também conhecida como home equity ou refinanciamento de imóvel, nessa modalidade você coloca a sua propriedade como garantia da operação. A quantia solicitada está relacionada ao valor do imóvel, estipulado pela avaliação de um profissional de uma empresa especializada.

O processo de avaliação de crédito é bem detalhado, pois a instituição quer diminuir ao máximo os riscos de prejuízos. A segurança dos bancos nestas operações é percebida na forma das excelentes condições de pagamento que são oferecidas ao cliente.

Um imóvel tende a se valorizar com o tempo, portanto as condições de pagamento permitem o parcelamento do crédito em até 20 anos. Mesmo com a propriedade em garantia, é necessária a comprovação de renda, pois é preciso provar a capacidade de arcar com as parcelas ao longo do período estabelecido.

 

Como fazer um empréstimo com garantia de imóvel

Serão solicitados documentos como RG, CPF, comprovantes de renda, comprovante de residência, certidões de nascimento ou de casamento. Além de uma série de documentos referentes ao imóvel, como Capa de IPTU, Matrícula, Certidão Negativa de Débito, dentre outros.

O empréstimo com garantia de imóvel também pode ser realizado com pequenas restrições no nome. Esta é uma ótima vantagem, já que é muito difícil conseguir liberação de crédito nessa situação.

Vale a pena destacar que essa modalidade pode ser confundida com hipoteca, pois ambos envolvem uma propriedade como garantia. Entretanto, na hipoteca, o registro do imóvel continua no nome do cliente que contrata o empréstimo e isso dificulta uma retomada do bem pela instituição financeira, em caso de não pagamento da dívida.

Por esse motivo, a hipoteca caiu em desuso no mercado brasileiro e foi substituída pelo empréstimo com garantia que conta com o recurso da alienação fiduciária. Atualmente, as instituições podem retomar o imóvel e leiloam para quitar o restante da dívida que não foi pago.

A retomada do bem gera custos e não é interessante para as instituições. Por isso, a propriedade precisa atingir um valor mínimo para ser aceita como garantia pelas instituições financeiras.

>> LEIA MAIS: Entenda o que é hipoteca e como funciona no Brasil

 

Onde fazer um empréstimo com garantia de imóvel

Várias instituições trabalham com essa modalidade, como bancos e fintechs. Veja um comparativo de taxas e condições dessas empresas abaixo:

empréstimo com garantia de imóvel

Se houver interesse em uma linha de crédito com as menores taxas de juros do mercado, é possível fazer uma simulação no site da Creditas. É possível encontrar taxas a partir de 1,15% ao mês, dependendo do perfil. Os prazos são atrativos, entre 5 a 20 anos para quitar, com opção de antecipar o pagamento caso haja condições.

 

Empréstimo com garantia de veículo

No refinanciamento de veículo, a garantia da operação é um automóvel. Mesmo com juros um pouco mais altos do que o home equity, é uma alternativa mais competitiva do que o empréstimo pessoal. A documentação é mais simples do que na operação com imóvel e o cliente consegue o valor solicitado mais rapidamente, em média de uma semana.

Neste caso, o cliente não pode ter restrições no CPF. Ao realizar o procedimento usuário permanece usufruindo do seu carro, podendo até vendê-lo, mas se houver a venda, o valor deve ser destinado a quitar a dívida. Lembrando que o automóvel tem que estar no nome do solicitante, ficando alienado à instituição até o pagamento da dívida.

As condições de juros e pagamentos estão relacionadas, não só ao perfil do cliente, mas também à situação do automóvel, como estado de conservação e ano do modelo, por exemplo. Em caso de não pagamento da dívida, a instituição financeira pode tomar o seu veículo e, então, levá-lo a leilão para quitar o saldo restante da dívida.

 

Como e onde fazer um empréstimo com garantia de veículo

O cliente precisa entrar em contato com um banco ou financeira que trabalhe com essa modalidade, ou simular o empréstimo em plataformas digitais, como a Creditas. Depois disso, deve enviar a sua documentação e fazer a avaliação do veículo. Geralmente, as empresas enviam um representante até o endereço informado, mas para agilizar, a pessoa pode levar o veículo para vistoria. Tendo a documentação e a solicitação aprovados, o dinheiro costuma ser liberado rapidamente.

Na Creditas, por exemplo, você pode solicitar até 90% do valor do carro no seu empréstimo. Além disso, encontra taxas a partir de 1,75% ao mês e tem de um a cinco anos para quitar a operação, com a possibilidade de antecipar o pagamento. Faça uma simulação.

A Creditas oferece taxas mais baixas, já que o custo operacional é reduzido. Isso é possível pois todo o processo pode ser realizado via online. Diferentemente de grandes bancos, não possui agências físicas, e a ausência dessas despesas é repassada para a operação.

 

Empréstimo consignado

No empréstimo consignado a parcela é descontada automaticamente na folha de pagamento. Esse produto é oferecido às pessoas que trabalham com carteira assinada, no setor público, privado, ou são beneficiárias do INSS.

A garantia do banco é o próprio salário, já que há uma certeza que todo mês ele vai cair na conta, reduzindo muito a chance de inadimplência. Isso é excelente para as instituições que diminuem a chance de sofrer um calote. É bom observar que o cliente já inicia o mês com parte da renda comprometida.

Fique sabendo que as taxas variam, dependendo da sua ocupação. Funcionários públicos, aposentados ou pensionistas do INSS, conseguem melhores condições, pois os bancos entendem que possuem uma estabilidade financeira consolidada. Trabalhadores do setor privado só poderão fazer o consignado se estiverem em uma empresa que tenha convênio com um banco.

Confira as taxas do empréstimo consignado, de acordo com os dados de junho de 2017 do Banco Central.

 

Empréstimo consignado com adiantamento de 13º salário

Outra opção que é semelhante ao consignado é o empréstimo com garantia de antecipação do 13º salário. O cliente toma um crédito para antecipar essa renda extra, que virá apenas no final do ano, e ela passa a servir como garantia e a forma de quitar o empréstimo realizado. Em alguns casos, pode ser que o banco não desconte o pagamento diretamente da folha.

Em abril de 2017, a Caixa liberou a contratação de empréstimo consignado oferecendo recursos do FGTS como garantia da operação. A carência pode ser de até 48 meses e o cliente oferece até 10% do saldo da conta como garantia.

 

Penhor

Essa prática é bastante famosa em filmes e novelas, onde vemos pessoas com dificuldades financeiras penhorando os seus bens. Jóias, relógios, pedras preciosas e canetas de valor são bens colocados em garantia, em troca de crédito a juros baixos.

O penhor é uma alternativa para quem precisa de crédito rápido, sem burocracia e sem análise de crédito. Você levará os bens à instituição e, após serem avaliados, você entrará em um acordo para o pagamento das parcelas. Os seus objetos ficarão nos cofres do banco e você consegue receber o seu dinheiro na hora.

Onde e como fazer penhor

No Brasil, essa prática só pode ser realizada na Caixa Econômica Federal. Consulte as agências que realizam o procedimento, leve os documentos, o objeto a ser penhorado e consiga o dinheiro rapidamente.

Neste caso, o banco ficará com o bem até que o débito seja quitado. Uma vantagem é a possibilidade de renegociar a dívida, pois o banco já tem garantias para a prevenção do calote.

Na maioria das vezes, será liberado um valor inferior ao que foi investido na compra, pois o banco paga sobre o valor do metal ou da pedra. Não importa a marca. Para bons clientes, que paguem em dia e tenham uma relação mais antiga com o banco, há a chance de se conseguir valores até mais altos do que a avaliação da garantia. Por isso a importância de ser um bom pagador.

Se o cliente não pagar os seus débitos no prazo estipulado, o bem colocado em garantia será leiloado. Para comprar itens do leilão, você precisa ter um cadastro prévio em uma agência de Penhor da CAIXA. Então, entre na Vitrine de Joias Caixa, selecione alguns filtros e escolha os objetos de interesse. Com as informações, basta ir ao autoatendimento de qualquer agência da CAIXA com os seus documentos para dar o lance.

Especialistas recomendam que, se o objeto penhorado não tiver valores sentimentais, considere a venda. Em alguns casos é possível conseguir mais dinheiro.

 

Relacionados

Refinanciamento de veículos Itaú Colocar um veículo como garantia é uma boa opção para aqueles que precisam de crédito pessoal para levantar recursos, mas não querem desfazer-se do be...
Como funciona a hipoteca de imóvel Caixa A Caixa Econômica Federal é um dos bancos brasileiros que concede empréstimo com garantia para cliente Pessoa Física.  A hipoteca de imóvel Caixa leva...
Como funciona o refinanciamento de veículo Santand... O refinanciamento de veículo é uma das linhas de crédito mais baratas do Brasil. Devido às mudanças nas políticas internas do banco, o refinanciamento...
Empréstimo com garantia de imóvel O empréstimo com garantia de imóvel é uma forma de conseguir empréstimo pessoal colocando sua casa como garantia de pagamento e obtendo, assim, juros ...

Postado por Revista Creditas

Portal de conteúdo especializado em educação financeira.

  1. What’s up, yes this paragraph is genuinely pleasant and I have learned lot of things from it regarding blogging.
    thanks.

    Responder

    1. Revista Creditas 21/08/2017 at 10:39

      Thanks for your comment 🙂

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *