Guia completo sobre Empréstimos para Empresas

Empréstimos para empresas são alternativas para quem procura expandir e reformar o seu negócio. Também pode ser utilizado para pagamento de contas e financiamento. É acessível para empresas de variados portes, inclusive micro e pequenos empreendedores. Conheça as diferentes modalidades e escolha a que atende os seus objetivos.

Nem todo empresário tem dinheiro para reformar, expandir ou pagar tributos e salários do negócio. Se esse é o seu caso, o empréstimo para empresa é uma boa opção. Empresas de diferentes portes e ramos têm acesso, inclusive o micro empreendedor e trabalhadores informais.

Porém, existem inúmeros produtos de crédito nessa modalidade. É importante conhecer a linha própria para o seu negócio e quando solicitar. Por isso, fizemos um guia completo com todas as informações sobre os empréstimos para empresas, incluindo riscos e vantagens.

 

Como funcionam os empréstimos para empresas

Cada banco ou instituição trabalha com produtos e regras próprios. É recomendado pesquisar e saber qual se encaixa melhor no seu bolso e nas necessidades da empresa. Veja abaixo como funcionam as principais modalidades.

 

Crédito para Capital de Giro

O Capital de Giro é basicamente a quantidade de dinheiro da empresa destinado a mantê-la funcionando. Serve para resolver necessidades básicas, como o pagamento de impostos, salários, fornecedores e compra de estoque. Além disso, essa quantia pode ser usada para investir na infraestrutura da empresa, na obtenção de equipamentos, por exemplo.

O empréstimo pode ser usado para equilibrar o fluxo de caixa da empresa e quitar dívidas. É indicado para resolver questões financeiras do cotidiano.

É ótimo para micro empreendedores e trabalhadores informais, como cabeleireiros e taxistas, expandirem seus negócios. É uma maneira de conseguir dinheiro para iniciar o estoque ou até conseguir um imóvel para começar a empresa.

Para conseguir o crédito, o negócio deve estar formalizado e ativo. Algumas instituições oferecem condições específicas e linhas de crédito própria para certos ramos.

 

Financiamento

Indicado para quem busca investir rapidamente na infraestrutura da empresa, mas está sem dinheiro à vista. Por exemplo, se quiser reformar o espaço, conseguir equipamentos de alto custo ou até construir o imóvel da empresa.

No entanto, o financiamento é menos flexível e mais limitado do que o empréstimo. No crédito empresarial o destino do dinheiro deve ser previamente definido para o credor.

Essa modalidade é um investimento no seu negócio. Futuramente, você pode pagar a dívida com o próprio lucro fornecido pelo produto financiado.

 

Cartão BNDES

Outra proposta de financiamento é o Cartão BNDES. A empresa precisa ter faturamento anual bruto de até R$300 milhões e titular de conta corrente. Recebe o máximo de R$1 milhão e pode pagar em até 48 meses. É uma chance de investir em serviços e bens.

 

Cheque especial

O cheque especial é um limite de crédito que fica na conta corrente, disponível para usar. A vantagem é que em uma emergência, a empresa tem dinheiro alternativo. Porém, é preciso cuidar com os altos juros.

Algumas instituições dão possibilidades de pagamento: um dia do mês pré-definido ou dia útil pré-definido. Ainda tem a chance de pagar assim que houver dinheiro na conta-corrente da empresa. Do contrário, a cobrança é adiada para o mês seguinte (sempre com juros).

 

Antecipação de recebíveis ou desconto de duplicatas

Nesse processo o empresário recebe antecipadamente o crédito que só entraria na conta futuramente. Não envolve muita burocracia, costuma ser simples. Os juros são mais baixos do que em outras linhas de crédito. A operação pode ser automática ou quando o cliente preferir, dependendo da necessidade.

Todo pagamento feito por duplicatas, cartão de crédito e cheque pré-datado pode ser obtido antes. É indicado para empresários que querem antecipar os faturamentos mensais das vendas a prazo.

Dá acesso imediato ao empréstimo para empresa e é adequado para micro e pequenos empreendedores. Pode ser aplicado em áreas do negócio com carência de capital de giro. É uma forma de já ter uma quantia de dinheiro em caixa, mesmo quando o negócio ainda está começando.

 

Crédito rural

Essa modalidade é própria para agroindústrias, cooperativas e agricultores. Atende desde o micro até o grande produtor. Conta também com a parceria do BNDES para investir na estrutura do negócio.

A empresa passa por uma análise de crédito: precisa apresentar um projeto técnico e justificar o destino do empréstimo. É importante saber que apenas bancos e instituições integrantes do Sistema Nacional do Crédito Rural podem oferecer essa modalidade. Em muitos casos há incentivo do governo.

A liberação do crédito pode ser de uma vez ou em parcelas, por caixa ou em conta de depósitos. O pagamento também pode ser à vista ou parcelado, exigindo planejamento do cliente para decidir o prazo.

 

Crédito para MEI (Micro Empreendedor Individual)

O crédito para micro empreendedores é recomendado principalmente para gerar renda ao negócio. É um incentivo para acelerar o crescimento da empresa. Você pode comprar matéria-prima, reformar, investir em máquinas ou usar como capital de giro.

Além de mini mercados, bares ou salões de beleza, por exemplo, trabalhadores informais, como taxistas e cabeleireiros, também têm acesso.

É menos burocrático e os juros costumam ser menores. Mas só vale a pena se aumentar de fato o faturamento do seu negócio.

 

Cartão de crédito

O cartão de crédito para pessoa física funciona de forma parecida para pessoa jurídica. A vantagem é que a empresa tem uma gestão centralizada da despesa. Isso ajuda a controlar melhor as finanças e se planejar.

É possível não ter juros, se o pagamento do crédito for feito de uma só vez.  Mas também dá para dividir em parcelas e se organizar mensalmente.

Alguns cartões para empresa incluem a função débito, o que aumenta a flexibilidade. Além disso, é ótimo se o empresário não quer se preocupar com prazos de pagamento.

Porém, é importante controlar de perto as contas e o gasto com o cartão. Isso evita mais custos e dívidas desnecessárias.

 

Empréstimo com garantia

O empréstimo com garantia de imóvel ou veículo é indicado para quem precisa de dinheiro para abrir ou investir em uma empresa. Se seu objetivo é reformar, comprar novos equipamentos ou expandir o negócio, é uma boa opção.

A vantagem é a baixa taxa de juros, justamente porque há garantia de pagamento. Na Creditas, por exemplo, a taxa mínima é de 1,15% ao mês. Além disso, há boas condições de limites e prazos.

Faça uma simulação de empréstimo com garantia aqui

Quando solicitar

Mais importante do que conhecer os produtos de crédito empresarial, é saber em que momento solicitar. Tenha o objetivo do empréstimo e as necessidades do negócio bem traçados. A partir disso, é possível definir se você precisa de uma medida rápida, como equilibrar as contas, ou de uma reforma grande, por exemplo.

Se a empresa ainda não tem ou não terá receita suficiente para quitar a dívida futuramente o ideal é repensar. Embora o empréstimo ou o financiamento sejam bons em vários aspectos, os altos juros podem ser um empecilho, dependendo da instituição contratada.

A vantagem é que você consegue o dinheiro de forma imediata. Por isso, é ótimo para resolver despesas do dia a dia, como pagamento de salários e tributos. Para micro empreendedores sem dinheiro à vista para expandir o negócio é uma boa escolha.

Considere todos os custos envolvidos na operação e o valor mínimo do empréstimo para bancar seus objetivos. Se a empresa já tiver outras dívidas, não é indicado. É provável não conseguir pagar dentro do prazo e inclusive ir à falência.

Como conseguir

Identificar a finalidade do empréstimo para a financeira é o primeiro passo. Não importa onde você solicitar, é regra geral para crédito para pessoa jurídica. Tenha também em mente o valor requerido.

Os valores, taxas e prazos praticados variam de uma instituição para outra. Portanto, pesquise a que mais é adequada para seu negócio e conta bancária.

É importante estar com todos os fatores de restrição adequados às regras da financeira. A situação legal e o capital próprio, por exemplo, são dois itens fundamentais na decisão do credor. Normalmente negócio com nome sujo tem muito mais dificuldade de conseguir.

Seu projeto precisa ser financeiramente viável. Além de apresentar um plano de negócio, algumas instituições exigem uma avaliação própria.

Passado por esse procedimento, o empresário deve apresentar alguns dados e documentos na própria financeira. O gerente jurídico ou profissional equivalente analisa as garantias oferecidas e o plano de negócios. Feito isso, ocorre a liberação ou restrição de crédito.

 

Onde solicitar empréstimos para empresas

Vários bancos oferecem produtos de créditos. Cada um pratica taxas, limites e valores próprios. E os tipos de empréstimo e financiamentos também variam.

Startups financeiras também são boas opções para quem busca juros muito baixos e segurança.

Dentre eles estão a Caixa Econômica e o Banco do Brasil, com taxas mais acessíveis.

As taxas de juros da Caixa Econômica, de acordo com o Banco Central, são:

Uma alternativa interessante para micro e pequenos empreendedores são as fintechs. O crédito é liberado de forma flexível e rápida. O processo é online e reduz ao máximo as burocracias. Mas a principal vantagem são os juros muito baixos.

O empréstimo com garantia da Creditas, por exemplo, tem taxa mínima de 1,15%. Nesse caso, é recomendado principalmente para quem quer abrir ou reformar uma empresa. Basta ter um carro ou imóvel quitado.

Relacionados

Como funciona o empréstimo com garantia Creditas A Creditas se consolidou como uma das startups mais promissoras do Brasil. Criada em 2012, nasceu com o intuito de enfrentar um dos maiores problemas ...
Itaú Empresas: conheça os produtos de crédito para... Para abrir uma empresa, um dos primeiros passos é criar uma conta-corrente em algum banco. Além disso, algumas instituições financeiras oferecem linha...
Juros, taxas e prazos: saiba como calcular emprést... Na hora de solicitar um empréstimo, poucas pessoas olham com atenção para as condições oferecidas pelos bancos. Muitas vezes, deixam de notar que na o...
Sua empresa precisa antecipar recebíveis? Conheça ... Para ter um negócio de sucesso é preciso estar com as contas equilibradas e ter uma reserva de capital. Porém, se uma empresa não tem recursos finance...

Postado por Revista Creditas

Portal de conteúdo especializado em educação financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *