5 passos para economizar na reforma e conquistar a casa dos sonhos

Está adiando o projeto de reforma por medo de perder o controle das finanças? Confira as dicas de um dos maiores especialistas no assunto e veja como economizar na reforma.

Você já deixou de comprar materiais ou incluir aquele objeto que você se apaixonou simplesmente por ter faltado orçamento ou pelo projeto ter ultrapassado todos os seus limites? Se esse é um cenário que você já viveu ou que pretende evitar você precisa ver nossas 5 dicas de como economizar na reforma da sua casa.

 

Faça uma lista e documente tudo

Parece uma dica pouco usual, mas que fará toda a diferença em qualquer projeto ou reforma que você decidir fazer.

Se você fizer um exercício de colocar tudo que você precisa em um papel e montar um documento completo disso, você irá facilitar sua vida e também de todas as pessoas envolvidas no processo de como economizar na reforma.

Ao colocar tudo em um papel e de forma organizada você vai conseguir medir com precisão quais itens precisam ser comprados, em quais lojas, quais são os preços etc.

O ideal é fazer uma planilha e dividir por abas cada etapa do processo da reforma. Por exemplo, na primeira aba coloque os fornecedores, na segunda liste as lojas da sua preferência, na seguinte os produtos que precisam ser comprados e assim por diante.

Dicas do que colocar na planilha e economizar na reforma

  • Todos os materiais que você deseja/precisa comprar
  • Suas lojas de preferência
  • Média de preço para cada item nessas lojas
  • Valor total do seu orçamento para a reforma
  • Valor total de todos os itens que você deseja comprar
  • Lista de fornecedores
  • Lista de opções de crédito para reforma

 

Depois de tudo listado compare o valor total de orçamento valor das compras. Verifique que o saldo seja positivo. Caso exista uma diferença negativa, você precisa rever fornecedores, ou os produtos que você utilizará na reforma. Ou ainda se preparar para extrapolar seu orçamento através de um crédito para reforma.

Um ponto que muita gente também esquece na hora de como economizar na reforma é a questão de licenças e alvarás. Nem toda reforma pode ser feita sem autorização prévia. Portanto, certifique-se que o projeto que você deseja fazer precisa ser aprovado por algum órgão público.

 

Faça um balanço das suas finanças

Um dos maiores riscos de qualquer reforma é você ter que parar ela no meio por falta de orçamento. Então, depois de fazer a lista e documentar tudo que precisa, agora é a hora de fazer um estudo detalhado das suas finanças.

Verifique quanto você possui na sua conta, quanto tem a receber, qual a sua renda mensal e quanto você poderá gastar a vista ou a prazo.

Antes de se comprometer com qualquer fornecedor você precisa entender os seus limites. Isso vai facilitar, inclusive, na hora de escolher lojas, produtos, serviços ou profissionais, pois de nada adianta desejar algo que você ainda não pode pagar ou que te deixará no vermelho.

 

Faça um comparativo de preços

Você já comprou algo e logo depois viu o mesmo item/serviço por um valor muito mais barato?

Isso deixa a gente furioso não é mesmo? Além de extremamente decepcionado com a compra atual. Então, aquele momento de alegria acaba virando um momento de frustração.

E, claro, você não quer que isso aconteça com você durante uma reforma, né?

Para isso o ideal é você fazer um comparativo de preços em diversas lojas que vendem os seus itens preferidos e listados de acordo com a dica 1.

Você pode visitar vários sites ou ir em várias lojas físicas para coletar todos os preços, mas isso pode te consumir muito tempo.

Ou você pode acessar a Viva Decora, que possui mais de 555.080 produtos classificados em todos os ambientes que você precisa como móveis, casa e decoração, construção e reforma etc.

Lá você também irá encontrar de maneira rápida e simples qual o menor preço e melhor loja para comprar um item específico.

Dessa forma você poupa tempo e também dinheiro! Essa é uma das melhores formas de como economizar na reforma.

 

Analise linhas de crédito para construção e reforma

No item anterior falei que você poderia revisar suas finanças, cortar itens ou mudar as lojas. Isso tudo é possível e é ideal que você tenha esse controle, porém nada mais desestimulante que sonhar com um projeto completo e ter que começar a cortar tudo que você gostaria de ter no final.

Para solucionar esse problema é ideal que você se prepare para consumir um crédito caso necessário. O ideal é se precaver.

Ou seja, você pode conhecer as opções do mercado, ver o que precisa para conseguir o crédito, taxas etc e deixar tudo ajustado de forma prévia.

Caso o crédito seja necessário você já estará com tudo organizado. E caso não precise você não se comprometeu com nada e basta seguir em frente!

   LEIA MAIS: Como funcionam as opções de crédito para reforma

 

Conte com imprevistos, mas tente evitá-los

Se algo que é quase certo é que você irá ter imprevistos ao fazer uma reforma.

E dificilmente esses imprevistos serão positivos. Normalmente é sempre um gasto a mais ou algo que deu problema e que você não tinha previsto ainda.

Então, se prepare tanto na parte financeira quanto na questão de fornecedores. Você pode usar sites de recomendação ou sites especializados de acordo com sua necessidade.

Empresas como a Iguanafix, Mão na Roda e Blink Reformei podem te ajudar e muito a evitar qualquer tipo de imprevisto e a ter os prestadores de serviços corretos.

E sempre que algo sair do controle revise o seu briefing, orçamento e documente novamente o processo. Esteja sempre atento a todo novo gasto que surgir.
Pronto para colocar em prática essas dicas de como economizar na reforma?

Agora que você já entendeu que precisa documentar seu processo de reforma, que pode ter acesso à linhas de crédito que te cobrem menos juros, que existem sites de comparação de preços e que qualquer imprevisto deve fazer parte da sua realidade chegou a hora de colocar a mão na massa, literalmente.

Esse post foi escrito por Pedro Renan, gerente de marketing da Viva Decora, maior site de decoração, reforma e mobília do Brasil.

Postado por Revista Creditas

Portal de conteúdo especializado em educação financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *