Decoração: 7 dicas para transformar sua casa sem gastar muito

Publicado em Atualizado em: 12/04/2019

Saiba como o planejamento e a criatividade podem ser usados a favor do seu bolso

decoração

Indagações sobre o estilo da mobília para a casa, ou qual cor usar para pintar determinada parede são muito recorrentes no momento da decoração – principalmente quando o orçamento é curto. E, para muitas pessoas, a decoração é uma das partes mais esperadas na hora da mudança. Não à toa, o setor movimenta bilhões anualmente na economia brasileira, resultando em impactos positivos para o país como um todo – desde a criação de novos empregos, até em circulação de dinheiro. Um levantamento da Associação Brasileira de Artigos para Casa (ABCasa) em parceria com a consultoria de inteligência de mercado IEMI mostrou que, em 2017, o setor de decoração e artigos para casa movimentou 54,1 bilhões de reais. Além disso, em um período de dez anos, a área cresceu 500%, evidenciando o real interesse da população em cuidar da decoração e design interno da casa.

Planejar a decoração dos sonhos e adequá-la ao tamanho do orçamento, seja ele individual ou familiar, porém, pode ser um desafio em tanto para muitos. Isso porque muitos têm dificuldade de reestruturar as finanças após grandes gastos como o de reformas, mudanças e compras de eletrodomésticos. O que deveria ser um momento de descontração e zelo com a própria casa, transforma-se em um grande problema, fazendo com que muitas pessoas deixem de montar a decoração da casa do jeito que sempre sonharam, por não ter o dinheiro necessário.

Leia também: Transforme o seu imóvel com um financiamento para reforma

Para o designer de interiores Joel Alves, um dos idealizadores do site Studio 1202, especializado em decoração e design de interiores, decorar a casa não precisa ser um bicho de sete cabeças nem o pesadelo dos boletos bancários. “Decoração é algo que você pode fazer aos poucos enquanto estiver morando no imóvel”, diz Joel Alves, formado em design de interiores e idealizador do site Studio 1202, especializado em decoração e design. “ Dessa forma, é possível se planejar para compor os ambientes aos poucos e sem ficar mal-endividado.”

A boa notícia é que, com a diversidade de opções que o mercado oferece atualmente (e uma pitada de organização financeira), é possível decorar a sua casa sem extrapolar o orçamento. 

Receba nossos conteúdos exclusivos

Planejar, planejar e planejar!

O primeiro passo, antes de mais nada é se planejar. Considerando que já houveram gastos com a reforma, mudança e as compras de eletrodomésticos, é preciso colocar tudo na ponta do lápis e estabelecer um “teto de gastos”. Dessa forma, você se mantém dentro do orçamento e não tem aquela “surpresa” na fatura do cartão no final do mês.

Comece pelo básico: qual será o estilo da sua decoração? Faça uma lista de tudo o que você deseja, busque referências, leia à respeito e pesquise sobre os melhores lugares para encontrar os melhores preços. Aplicativos como o JáCotei, Buscapé e Zoom podem ajudar nessa árdua tarefa para encontrar opções mais em conta e comparar os preços.

Faça mais decoração com menos

Sabe aquela expressão “menos é mais”? Também pode ser aplicada com decoração. Há muitas coisas nas quais você pode economizar, seja na contratação de um profissional (dependendo do caso), ou mesmo reaproveitando móveis de uma maneira diferente.

A engenheira Mirna Alves, também fundadora do site Studio 1202, listou algumas dicas de como decorar a casa, sem extrapolar o orçamento – e gastar muito. Confira, a seguir:

1- Paredes com mais vida

Muitos podem se esquecer disso, mas as paredes podem ser o charme da decoração de uma casa. Para os que buscam uma decoração mais moderna, as vastas opções de cores de tintas, papéis de parede ou adesivos podem trazer um requinte para a casa com baixo custo. Principalmente, porque esse tipo de trabalho não precisa necessariamente de um profissional para fazer.

2- Muitas plantas

decoração

Se você quer trazer mais frescor para a casa, talvez seja uma boa ideia acrescentar plantas no ambiente. Além do preço dos vasos e das plantas caberem dentro seu orçamento – é possível encontrar plantas entre 20 reais a 50 reais -, você ainda deixa o ambiente mais verde.

Segundo a engenheira, existe um movimento que chama Urban Jungle (na tradução, floresta urbana), na qual consiste em colocar cada vez mais plantas dentro da sua casa – inclusive plantando seus próprios temperos e fazendo hortinhas. “Os locais viram verdadeiras selvas. Na sala, no hall de entrada da casa, sempre cai muito bem”.

3- Foque nos quadros

Outra dica para decorar a casa gastando pouco é por meio de quadros. Essas podem até parecer peças mais caras, mas, segundo Mirna, existem sites que disponibilizam desenhos/artes de graça e, com eles, você pode montar seu próprio quadro, de acordo com seu gosto pessoal. Outra dica é comprar molduras prontas. Elas saem mais baratas do que mandar fazer em uma loja.

4- Luzes e lâmpadas

Uma das maneira mais simples de decorar os ambientes da sua casa é com um jogo de luzes. Além de não gastar muito, essa combinação ajuda a renovar a decoração como um todo.

Geralmente, as luzes centrais são lâmpadas com um tom frio, mais puxado para o azul. Neste caso, Mirna sugere aproveitar também as de cor quente para um destaque decorativo. “Elas não possuem a função de iluminar, e sim de provocar um relaxamento”, diz. É possível, também, colocar essa luminária no piso, em cima de um rack ou até mesmo na própria parede.

5- Novas almofadas

decoração

Já pensou em adicionar um pouco mais de cor sem ter de comprar novos móveis? As almofadas podem ser uma solução. Além de deixar qualquer ambiente diferente, custam, em média, 30 reais. “Eu gosto sempre do tamanho médio de almofadas (40×40) porque as que são muito grandes ficam desproporcionais no ambiente e podem causar uma impressão ruim”, conta Mirna.

Para ela, também vale apostar no “faça-você-mesmo” neste caso: monte sua própria almofada com enchimento e uma capa que você pode costurar.  Ainda seguindo essa linha, no inverno, vale trocar as almofadas por mantas no sofá, por exemplo. Dessa maneira, sua casa estará sempre de “cara nova” sem muito esforço.

6- Brechós ou outlets

Se você quiser apostar em móveis e dar outra cara para a sua casa, também é possível economizar optando por mobílias usadas vendidas em brechós ou em outlets de grandes marcas do comércio.

Mirna conta que fez as primeiras compras da casa em outlets, fazendo com que ela economizasse 70%. Isso porque tais locais geralmente contam com peças de mostruário que foram descartadas e,  às vezes, é apenas uma sujeira que sai fácil ou um rasgo pequeno que não faz diferença.

7- Faça Móveis

decoração

É isso, mesmo. Mirna diz que costuma encorajar os seus seguidores a fazer os próprios móveis: “eles saem mais baratos do que serem comprados. Fora que vira um hobby também”.

Investir na ideia de fazer os próprios móveis, de fato, ajuda na economia. Há a possibilidades de inovar em móveis e peças como sofás, armários e até camas de pallets, transformar caixotes em mesas de centro, baú ou criado-mudo. O céu é o limite: basta uma pitada de criatividade.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Postado por Luiza Vidal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também vai gostar de
Casamento de baixo custo: como fazer uma festa de R$ 5 mil a R$ 30 mil

Casamento

Casamento de baixo custo: como fazer uma festa de R$ 5 mil a R$ 30 mil

Especialista dá dicas de como tirar o casamento do papel com orçamentos que começam com R$ 5 mil. Veja o que cabe melhor no seu bolso

Como ter o casamento dos sonhos – e usar o empréstimo a seu favor

Casamento

Como ter o casamento dos sonhos – e usar o empréstimo a seu favor

Celebrar a união com uma festa inesquecível é o desejo de milhares de casais. Entenda como o crédito pode ajudar a baratear o orçamento

Estudar fora: quando tomar empréstimo para fazer MBA no exterior

Estudar

Estudar fora: quando tomar empréstimo para fazer MBA no exterior

Cerca de 365 000 estudantes embarcaram em 2018 e a projeção para os próximos anos é otimista. Veja como se planejar para concretizar o sonho

Empréstimo para reforma da casa? Saiba quando vale a pena investir

Projetos

Empréstimo para reforma da casa? Saiba quando vale a pena investir

Optar por um crédito longo e mais barato pode ajudar na negociação por descontos com materiais e serviços

Veja mais
Navegue por temas