Revolucionando o empréstimo no Brasil
Creditas
Creditas
Empreendedorismo

Liderança feminina sofre queda e apenas 13% de CEOs são mulheres 

Estudo da Talenses também mostra que elas só ocupam 19% dos cargos de gestão. Na contramão da desigualdade, a executiva Renata Moraes investiu em um negócio para reverter a  baixa representatividade feminina em ambientes corporativos 

Escrito por Vanessa Ferreira em 18.10.2019 | Atualizado em 18.10.2019

  • 0 Likes

“Não aceitem ganhar menos do que seus colegas homens. Jamais”. Foi assim que a nova diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva, abriu a reunião semestral do órgão nesta terça-feira 15. No cargo há duas semanas, ela se mostrou determinada a lutar pela representatividade da liderança feminina no mercado de trabalho. 

Isso porque o FMI divulgou um relatório no qual demonstra que, no mundo, as mulheres realizam mais duas horas de trabalho não remunerado diariamente do que os homens. 

No Brasil, apenas 13% das empresas têm CEOs mulheres, de acordo com pesquisa realizada pelo Insper com a Talenses. Ainda segundo a pesquisa, 26% das mulheres são diretoras, 23% vice-presidentes e 16% ocupam cargos nos conselhos.

Foi justamente ao sentir na pele tamanha falta de equidade entre os sexos na empresa onde trabalhava, que a empresária Renata Moraes decidiu que seu projeto de conclusão de curso do MBA iria sair do papel e ganhar vida.

Assim surgiu a ImpulsoBeta, empresa que está no mercado desde 2015 e que em 2019 planeja um faturamento acima de 1 milhão de reais. 

Liderança feminina no mercado de trabalho: a força do ImpulsoBeta

A ImpulsoBeta é pioneira em soluções focadas na equidade de gênero dentro de organizações de diversos setores. Além de apoiar as empresas em equidade de gênero, a ImpulsoBeta também oferece cursos para profissionais que queiram se aprofundar em temas relacionados a diversidade, como: vieses inconscientes, liderança inclusiva, comunicação assertiva, entre outros. Mais de 12 mil pessoas já foram impactadas pelas ações. 

Conheça mais sobre o negócio que quer impulsionar a liderança feminina no mercado de trabalho nesta entrevista exclusiva ao Portal Exponencial.

Leia Mais: Os desafios das mulheres na liderança e no mercado de trabalho

Qual foi a motivação para a criação da Impulso Beta?
Sou formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo, com extensão na Universidade de Navarra (Espanha) e MBA Executivo pelo Insper e fui contratada pela Fundação Estudar, em 2010, pouco depois de formada.

Na fundação criada por Jorge Paulo Lemann (o homem mais rico do Brasil) aprendi muito sobre como formar líderes inovadores e dispostos a transformar o Brasil. Mas também perdi a conta sobre quantas vezes escutei os homens culpando mulheres pelo desequilíbrio de gênero nos cargos de lideranças nas empresas.

Enquanto trabalhei lá, as mulheres na liderança nunca representaram mais de 30%. Isso me incomodava, mas a maioria justificava a diferença com uma suposta falta de interesse das mulheres em serem líderes. Até mesmo nas reuniões do conselho da fundação, onde, em geral, participavam cerca de 14 pessoas, apenas duas eram mulheres.

Quando fui estudar administração no MBA Executivo do Insper, enxerguei a oportunidade de unir dois sonhos: empreender e mudar os números da desigualdade de gênero no mercado de trabalho.

Com a ajuda dos professores da universidade, desenhei o plano de negócios da Impulso Beta como trabalho de conclusão de curso. Em janeiro de 2015, deixei minha estabilidade, meu emprego com carteira assinada e uma política de bônus generosa para concretizar esse sonho.

Como vocês enxergam a liderança feminina no mercado de trabalho atual?
As mulheres são metade da população e as pesquisas indicam que elas se preparam mais do que os homens, sendo maioria nos cursos de graduação e pós-graduação.

No entanto, embora tenha conquistado uma participação efetiva no mercado de trabalho (mais de 40% da população economicamente ativa), seguimos ganhando menos (em média 30% menos no Brasil) e temos menos chances de progressão de carreira.

Dados da empresa de pesquisa Grand Thornton mostram que o percentual de mulheres CEOs no Brasil variou entre 14% e 18% nos últimos anos. E as projeções da ONU Mulheres é de que levaremos mais de 100 anos para atingir paridade de oportunidades econômica aqui no país. Ou seja, seguir no ritmo que estamos não permitirá nem que vejamos nossas netas usufruindo de um cenário que maximize e reconheça seu potencial.

Leia mais: Boa liderança: 10 personagens de filmes e séries para se inspirar

Há quanto tempo vocês já estão no mercado? O quanto já cresceram de lá para cá?
Há 4 anos. Temos um faturamento projetado acima de 1 milhão de reais em 2019.

Qual é o método de trabalho da consultoria? Quais serviços oferece e quais empresas atende?
Somos o parceiro estratégico das empresas em seu seus esforços para atrair, reter e desenvolver mais mulheres. Fazemos isso por meio de cinco pilares de atuação: conscientização, criação de estratégia, aprimoramento da gestão de pessoas, atração de talentos e desenvolvimento do pipeline de mulheres.

Atendemos empresas de diversos setores de atuação pois os desafios têm a mesma origem: a construção social dos papéis de homens e mulheres que repercute nas carreiras e a forma como os ambientes de trabalho foram criados –  pautados nos valores, preferências e modus operandi masculinos. Alguns de nossos clientes são Falconi, Kraft Heinz, Raizen, Banco BNP Paribas e General Motors.

O que a ImpulsoBeta tem agregado aos clientes com quem trabalha?
Nos programas de desenvolvimento de mulheres, temos resultados que indicam a aceleração de carreira, com aumento da taxa de promoção das participantes. Nos trabalhos de estratégia, apoiamos nossos parceiros no desenho de uma rota clara de trabalho para fazerem investimentos eficazes que gerem resultados nos indicadores de diversidade de gênero.

De quais áreas vêm os profissionais da consultoria?
Eu, Renata, sou sócia e venho da área de comunicação e desenvolvimento de lideranças. A Andrea Tenuta é minha sócia vem da área de recrutamento e seleção. Temos um time de especialistas em diversidade e desenvolvimento de lideranças.

Receba conteúdos exclusivos

Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.

  • 0 Likes
Vanessa Ferreira

Escrito por Vanessa Ferreira

Jornalista e apaixonada por marketing de conteúdo. Acredita no poder da informação para a disseminação de saúde financeira.
Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010