Revolucionando o empréstimo no Brasil
Creditas
Creditas
Materiais Gratuitos

Glossário Financeiro (C)

Escrito por Revista Creditas em 01.01.2016 | Atualizado em 16.07.2018

  • 0 Likes

[table id=16 /]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Cadastro Positivo" collapse_text="Voltar" ]

Cadastro Positivo

Política pública em processo de aprovação no Brasil e mantida por instituições de crédito, como SPC e Serasa. Serve para registrar o histórico de crédito de pessoas físicas ou jurídicas por meio de banco de dados com informações de pagamentos. O consumidor pode se cadastrar de forma voluntária.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Cadin" collapse_text="Voltar" ]

Cadin

Sigla para Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal. É um banco de dados que reúne pessoas físicas e jurídicas endividadas em instituições federais e que estão inadimplentes. Essas informações servem de base para a realização de diversas análises, como para concessão de crédito e incentivo fiscal. Além de ser útil para a avaliação de acordos e contratos.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Caducidade" collapse_text="Voltar" ]

Caducidade

Estado de caduquez, decadência. Em Direito, representa o estado ineficaz e já sem validade em que se encontra o ato jurídico depois de determinado acontecimento. Fala-se em caducidade também quando um titular perde um direito por vencimento, decisão judicial ou a atos próprios, como renúncia ou inércia.

>> Saiba Mais[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Caixa Econômica Federal (CEF)" collapse_text="Voltar" ]

Caixa Econômica Federal (CEF)

Instituição financeira e empresa pública do governo federal brasileiro vinculada ao Ministério da Fazenda, considerada pessoa jurídica autônoma. Conta com patrimônio próprio, realizando serviços bancários autorizados pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Auxilia na política de crédito do Governo Federal e submete-se à fiscalização do Banco Central do Brasil. As contas e operações são julgadas e analisadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU).[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Capital de Giro" collapse_text="Voltar" ]

Capital de Giro

Soma de recursos financeiros para a manutenção de uma empresa, que inclui valores aplicados em caixa, no banco, para a compra de estoque e recebimento dos clientes. Serve, ainda, para pagar tributos, salários e reformar o estabelecimento. É usado em qualquer movimentação financeira, ou seja, para tudo que pode ser convertido em dinheiro com rapidez.

>> Saiba Mais[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Carta de Crédito" collapse_text="Voltar" ]

Carta de Crédito

É uma modalidade de pagamento relacionada ao consórcio para comprar um bem. Basicamente, ao participar desse financiamento, o consorciado paga parcelas mensais para concorrer às rodadas de sorteio ou lances. Assim que for contemplada, a pessoa recebe a liberação par ter o bem à vista. Esta liberação é chamada de carta de crédito.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Cartão de Crédito" collapse_text="Voltar" ]

Cartão de Crédito

Forma de pagamento eletrônico usado para comprar um produto ou contratar serviços. É um objeto de plástico, com tamanho padrão, que pode ou não conter um chip. Na frente, contém o nome do portador, número do cartão e data de validade. No verso, há um campo para assinatura, o número de segurança e a tarja magnética. Existe um limite de compras para qualquer conta, estabelecido pelo banco emissor, a partir da análise da situação financeira do cliente. O titular do cartão recebe todo mês uma fatura para pagamento referente a todos os gastos acumulados nos 30 dias passados. É possível pagar o total cobrado, apenas o valor mínimo ou uma quantia intermediária. Neste caso o montante é somado à fatura do mês seguinte sob acréscimo de juros.

>> Saiba Mais [/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Cartão de Débito" collapse_text="Voltar" ]

Cartão de Débito

Forma de pagamento eletrônico em que o valor é descontado diretamente da conta do titular do cartão no ato da compra, à vista. Portanto, só é possível quitar se houver saldo disponível (seja na conta corrente, poupança, PayPal ou outros tipos). Todas as transações são registradas no extrato mensal da conta do consumidor.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Certidão de Débitos Negativos (CND)" collapse_text="Voltar" ]

Certidão de Débitos Negativos (CND)

Documento emitido por órgãos públicos que comprova a inexistência de pendências financeiras, previdenciárias ou tributárias de Pessoas Físicas e Jurídicas. É requerido em processos licitatórios, como em processos seletivos em empresas, além de necessário para negócios de elevadas quantias em dinheiro, como compra e venda de imóveis, empréstimos e financiamentos no geral. A certidão confirma o bom funcionamento das instituições, de acordo com a Lei, respeitando o pagamento de impostos e direitos trabalhistas de funcionários. Para indivíduos, a emissão deste documento significa que o cidadão não foi citado em processos judiciais ou ausência de dívidas. Sendo que existem alguns tipos de CND: Certidão negativa de débitos da previdência social, certidão conjunta de débitos relativos a tributos federais e certidão negativa de débitos trabalhistas.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="CEO" collapse_text="Voltar" ]

CEO

Sigla inglesa para Chief Executive Officer. Significa "Diretor Executivo'' em português. É o nome do cargo com maior autoridade na hierarquia de uma organização. É mais comum em empresas transnacionais, que demandam de uma pessoa com habilidade e competência para gerir a instituição no geral. Inclusive para determinar a visão e a missão da empresa, além de tomar decisões estratégicas para seu crescimento.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Certidão de Objeto e Pé" collapse_text="Voltar" ]

Certidão de Objeto e Pé

Documento oficial que descreve em que fase do trâmite (pé) está o objeto de um processo. Também chamada de Certidão Narrativa, Certidão Explicativa, Certidão de esclarecimento ou Certidão de breve relato.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Cheque Cruzado" collapse_text="Voltar" ]

Cheque Cruzado

É uma forma de restringir o modo de pagamento a depósito em conta corrente, sendo que o dinheiro não pode ser resgatado por saque ou por depósito no banco. É uma estratégia muito usada para evitar roubos. Para isso, o pagador deve preencher a folha do cheque corretamente com o valor do pagamento, data e assinatura e, depois, faça dois riscos paralelos na frente do papel, em um dos cantos de cima. Também pode escrever o nome do banco entre as duas marcações, se quiser.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Cheque pré-datado" collapse_text="Voltar" ]

Cheque pré-datado

É uma maneira de pagar um produto ou serviço a prazo. Para isso, o consumidor preenche a folha no dia da compra, mas só será depositada pelo estabelecimento na data registrada no cheque.
Cheque prescrito Cheque apresentado após o prazo de prescrição, ou seja, depois da data de vencimento. Quando isso acontece, mesmo que seja devolvido, não pode ser pago pelo banco, mesmo que com saldo disponível na conta corrente.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="CND do Imóvel" collapse_text="Voltar" ]

CND do Imóvel

Sigla de Certidão Negativa de Débitos. É considerada negativa porque confirma a ausência de pendências financeiras, tributárias ou previdenciárias de empresas e indivíduos. Isto é, que não tem citações em processos judiciais nem dívidas. A CND do imóvel serve para conferir se os impostos foram pagos em dia, como o IPTU. Isso é importante para compra e venda do imóvel ou permutação de bens.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="CNH" collapse_text="Voltar" ]

CNH

Sigla para Carteira Nacional de Habilitação, também chamada de carteira de motorista. Documento obrigatório para indivíduos que queiram conduzir veículo automotor. A CNH conta com a divisão de categorias de acordo com o tipo de veículo permitido: A (motocicleta), B (automóvel), C (caminhão), D (ônibus e vans) e E (é a soma das categorias B e C, com unidades acopladas ou reboques e trails. Também é usada como identificação do cidadão, uma vez que conta com o número do RG, CPF e fotografia.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="CNPJ" collapse_text="Voltar" ]

CNPJ

Sigla para Cadastro Nacional de Pessoa Física. É uma identificação, realizada pela Receita Federal, de pessoas físicas (instituições que visam ao lucro) e as equiparadas (pessoas físicas que exploram individualmente atividades com objetivo de lucrar). Devem se inscrever antes de iniciar quaisquer empreendimentos. O CNPJ reúne informações como nome da entidade, data de abertura, atividade econômica, natureza jurídica.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Concomitante" collapse_text="Voltar" ]

Concomitante

Duas ou mais ações que acontecem ao mesmo tempo, que são coexistentes, simultâneos. Pode referir-se também a operações ou prestações concomitantes, ou seja, que ocorrem simultaneamente.
Comparador de Crédito Plataforma online que disponibiliza comparação das condições de pagamento de diferentes modalidades de crédito e instituições financeiras. A partir do valor solicitado pelo consumidor, são estimadas as taxas de juros, o prazo de pagamento e o saldo devedor final.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Consórcio" collapse_text="Voltar" ]

Consórcio

É uma modalidade de financiamento, em conjunto, para quem quer comprar um bem ou contratar serviços. Nessa modalidade um grupo de pessoas, físicas ou jurídicas, se reúne para adquirir um produto. Uma empresa é responsável por administrar e viabilizar o financiamento. O valor total do bem é dividido em inúmeras parcelas. Mensalmente, cada consorciado paga uma prestação. Parte do dinheiro oferecido por cada um é destinado ao chamado fundo comum e este é usado pela administradora para comprar a propriedade. Todo mês, por meio de um sorteio ou lances, um consorciado é contemplado e recebe a liberação para ter o bem à vista, chamada de carta de crédito.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Construcard" collapse_text="Voltar" ]

Construcard

Linha de crédito da Caixa Econômica destinada à compra de material de construção em lojas credenciadas à instituição financeira. O financiamento conta com um cartão de crédito com o prazo de 6 meses para realizar as compras. O pagamento é realizado em débito automático da conta-corrente.

>> Saiba Mais[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Consultoria Financeira" collapse_text="Voltar" ]

Consultoria Financeira

Serviço oferecido por companhias ou profissionais autônomos, especialistas em finanças, a pessoas que procuram ajudam para organização financeira. Nesse processo, são analisadas as contas, gastos e ganhos do cliente e identificadas falhas no uso do dinheiro, para então definir as melhores estratégias para solucioná-las.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Cooperativa de Crédito" collapse_text="Voltar" ]

Cooperativa de Crédito

Instituição financeira supervisionada e autorizada pelo Banco Central, sem fins lucrativos, formada pela associação de pessoas para prestar serviços financeiros exclusivamente aos seus próprios associados. Os cooperados não só usufruem de produtos e serviços, mas participam da gestão, sendo que todos têm o mesmo poder de voto, e têm acesso a condições mais favoráveis do que em outras empresas. É possível encontrar serviços bancários, como conta-corrente, cartão de crédito, empréstimos e financiamentos. A adesão é livre e voluntária. Qualquer ganho, ou seja, valor que sobra no fim do mês, é dividido entre os cooperados de acordo com os serviços usufruídos. Eventuais perdas funcionam da mesma forma.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Copom" collapse_text="Voltar" ]

Copom

Sigla para Comitê de Política Monetária. Órgão decisório da política monetária do Banco Central do Brasil (BCB) com a função de estabelecer a meta da Taxa Selic (taxa basica de juros da economia). O evento acontece a cada 44 dias desde 2006 e é dividido em dois dias de reunião.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Correspondente Bancário" collapse_text="Voltar" ]

Correspondente Bancário

Empresa não bancária (pessoa jurídica) responsável por mediar instituições financeiras e clientes. Essas empresas realizam operações de crédito e outros serviços, em nome de um banco, e podem estar conveniadas a mais de uma companhia. O principal objetivo é levar serviços financeiros à maior parte da população, estendendo a lugares distantes dos grandes centros.

>> Saiba Mais [/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="CPF" collapse_text="Voltar" ]

CPF

Sigla para Cadastro Nacional de Pessoa Física. É um cadastro e documento de pessoas físicas composto por 11 números. É emitido pela Receita Federal que serve para identificar contribuintes.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Creditas" collapse_text="Voltar" ]

Creditas

Empresa brasileira e plataforma digital de crédito. A Creditas é pioneira em empréstimo com garantia de imóvel e de veículo, com recursos tanto de investidores institucionais quanto de instituições financeiras. Tem a missão de reduzir os juros e, para isso, combina tecnologia e inteligência de dados para gerar um modelo de negócio eficiente, por isso chamado de fintech. Atua no Brasil como correspondente bancário, em parceria com alguns bancos brasileiros.

>> Saiba Mais[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Crédito" collapse_text="Voltar" ]

Crédito

Crença, confiança no outro; boa reputação. Em finanças, ''crédito'' significa prover a alguém recursos financeiros para este pagar despesas, investir ou financiar. Em troca, o tomador deve devolver o valor ao credor, sob a condição de acréscimo de taxas de juros, remuneração cobrada pelo uso do dinheiro no tempo decorrido até saldar a quantia integral.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Crédito Direcionado" collapse_text="Voltar" ]

Crédito Direcionado

Crédito concedido com recursos destinados a uma finalidade específica, determinada por meio de um contrato, sendo que o contratante não pode usar para outros fins. Exemplo: financiamento imobiliário.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Crédito Livre" collapse_text="Voltar" ]

Crédito Livre

Contratos de financiamentos e empréstimos com taxas de juros livremente definida entre instituições financeiras e contratantes. Os recursos podem ser usados para quaisquer finalidades pelo devedor, não necessariamente especificadas em contrato.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Crédito pré-aprovado" collapse_text="Voltar" ]

Crédito pré-aprovado

Crédito concedido a partir de análise de crédito prévia. Ou seja, instituições financeiras avaliam o perfil do consumidor para, então, liberar o dinheiro na sua conta.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Crédito Rotativo" collapse_text="Voltar" ]

Crédito Rotativo

Modalidade de pagamento do cartão de crédito, em que é quitada apenas parte da fatura mensal. Existem dois tipos: o rotativo regular e o não-regular. No primeiro, paga-se entre a quantia mínima e a intermediária, porcentagens determinadas pela empresa credora. O restante da fatura é adicionado na conta do mês seguinte, corrigido com juros. No segundo caso, quem não quitou nada da fatura, entra no rotativo-não regular, com condições de pagamento ainda menos vantajosas. Essa linha de crédito é limitada e dura até 30 dias, passado esse tempo, o consumidor deve pagar integralmente a conta ou parcelar com juros menores.

>> Saiba Mais [/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Crefisa" collapse_text="Voltar" ]

Crefisa

Empresa que concede empréstimo pessoal a servidores públicos, aposentados e pensionistas do INSS, sem consulta ao SPC/Serasa.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Custo Efetivo Total (CET)" collapse_text="Voltar" ]

Custo Efetivo Total (CET)

Taxa que representa soma de todos os encargos, taxas e custos envolvidos em uma operação de crédito e de arrendamento mercantil financeiro concedidas a pessoas físicas, microempresas e empresas de pequeno porte. Representa basicamente o valor final (real) da sua dívida com a instituição financeira. Deve ser detalhado previamente à contratação do crédito e necessariamente precisa constar no contrato, assim como quaisquer custos adicionais. Dentre as principais despesas, geralmente, cobradas estão: taxas de juros, taxas de análise de crédito, TAC – Tarifa de Abertura de Cadastro, IOF (Imposto sobre Operação Financeira), taxas administrativas em geral, seguros em geral.

>> Saiba Mais [/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Custos Fixos" collapse_text="Voltar" ]

Custos Fixos

No campo de finanças pessoais, custos fixos são aqueles que aparecem sempre com a mesma frequência e que não podem ser evitados pelo consumidor, como impostos, aluguel, mensalidade escolar. Por outro lado, também pode ser aquele gasto que além de ocorrer todo mês, tem sempre o mesmo valor. No caso de uma empresa, é aquele custo que independe do nível de atividade; não sofre variação em caso de aumento ou diminuição da produção. Exemplo: limpeza, aluguel, segurança.[/bg_collapse]

[bg_collapse view="link" color="#4a4949" icon="arrow" expand_text="Custos Variáveis" collapse_text="Voltar" ]

Custos Variáveis

No campo das finanças pessoais, são todos os custos que não aparecem com a mesma frequência todo mês e que o consumidor consegue cortar, como idas a restaurante, compra de roupas. Por outro lado, também pode ser aquele gasto que além de não acontecer com a mesma periodicidade, não tem sempre o mesmo valor. No caso de uma empresa são os custos que variam de acordo com a produção ou com a quantidade de trabalho. Exemplo: matéria prima, comissão de venda.[/bg_collapse]

Receba conteúdos exclusivos

Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.

  • 0 Likes
Revista Creditas

Escrito por Revista Creditas

Portal de conteúdo especializado em educação financeira.
Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010