Revolucionando o empréstimo no Brasil
Crédito e empréstimo

Empréstimo online: conheça 5 fintechs que oferecem crédito pela internet

Taxas de juros baixas, acessibilidade e qualidade no serviço são alguns dos motivos que tornam o empréstimo online atrativo aos consumidores

Escrito por Thiago Fadini em 25.03.2019 | Atualizado em 24.09.2019

  • 0 Likes

Em franco crescimento no Brasil, o mercado de empréstimo online vem conquistando cada vez mais clientes pela praticidade e facilidades. Praticamente todo o processo, desde a solicitação e análise de crédito até a formalização e recebimento do dinheiro é feito por plataformas digitais. E uma das grandes responsáveis por essa expansão do acesso ao crédito são as fintechs - empresas que inovam no mercado financeiro por meio do uso massivo de tecnologia. 

A prova disso está nos números. De acordo com estudo da CB Insights, empresa de inteligência estratégica, as fintechs arrecadaram um total de 39,6 bilhões de dólares de investidores de todo o mundo em 2018. O aumento em relação a 2017 foi de 120%. No Brasil, 21% das mais de 400 fintechs que existem trabalham com crédito, financiamento e negociação de dívidas, segundo análise da “Pesquisa Fintech Deep Dive 2018”, da consultoria PwC.

Ainda de acordo com o estudo, “o país tem potencial para se transformar em um hub consumidor e exportador de soluções de tecnologia financeira para todo o mundo”, mesmo ainda sendo necessário avançar em alguns pontos regulatórios.

No final de 2018, as fintechs receberam um ‘upgrade’ de otimismo com a autorização do então governo de Michel Temer da participação estrangeira em até 100% no capital social das instituições autorizadas pelo Banco Central a operarem no sistema financeiro nacional. “Esse movimento veio para ficar, não é uma onda, e a gente vai ter que se adequar a isso”, afirma o professor de Finanças do Insper, Carlos Ratto.

Com todo o cenário favorável, quais seriam então os motivos pelos quais as empresas de empréstimo online se tornam tão atraentes ao consumidor, na prática?

Empréstimo online: facilidade e custo baixo

Pelo processo ser feito por meio de plataformas digitais, a operação para oferecer o empréstimo se torna mais barata, o que ajuda a abaixar os juros e tornar a dívida mais branda. Além disso, o consumidor tem acesso ao serviço sem precisar sair de casa, facilitando o contato com a empresa.

Para Carlos Ratto, professor de Finanças do Insper, a tecnologia é a grande aliada por trás desse acesso. “Talvez seja essa a maior beleza da tecnologia, a acessibilidade e pulverização em um custo menor. Você tem uma alavancagem melhor, não precisa montar agência para tomar crédito”, explica o docente.

O professor de Administração Financeira da Universidade Presbiteriana Mackenzie de Campinas, José Matias Filho, destaca que “as fintechs estão cumprindo um papel importante, já que a comunidade atual é bastante conectada” e anseia por processos que têm como base principal a internet.

Ele também valoriza o carinho com o qual o crédito é tratado, já que ele é um fator essencial para a economia do país. “O crédito é um dos motores da nossa economia, por conta da antecipação do consumo. Por meio do crédito você antecipa o consumo futuro”, diz Matias Filho.

O empréstimo online e seu impacto positivo no sistema

Se a evolução do modo como o empréstimo online é oferecido é bom para o cidadão, consequentemente também é para o setor financeiro como um todo. A diminuição da inadimplência, melhora do serviço e queda dos juros são os principais pontos positivos.

Pesquisa de dezembro de 2018 da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) indica que 60% das famílias brasileiras estão endividadas e que desse percentual, 23% estão inadimplentes. Para piorar: 10% das famílias já declararam não ter como honrar o que devem.

Por isso, o empréstimo online oferecido pelas fintechs de crédito, em grande parte com taxas menores que as praticadas pelo mercado tradicional, pode ser uma boa saída num processo de troca de uma dívida mais cara por uma mais barata. “Trocar uma dívida mais cara por uma mais barata é sempre útil. Ele tem que avaliar, é uma alternativa, tem que olhar pra isso. Em termos de planejamento financeiro, pode ser saudável”, afirma Carlos Ratto, do Insper.

Além da substituição de dívidas ruins por dívidas boas, o impacto do serviço online pode ser positivo também na renegociação das dívidas do cliente com a o atual credor, já que estimula a concorrência. O professor do Mackenzie frisa a relevância de se ter cada vez mais empresas que prestam um tipo de serviço para que as réguas de qualidade e custo benefício subam. “Competição é sempre bom em qualquer setor, quanto mais players no mercado, mais chances de oferecer um serviço melhor”, pontua José Matias Filho.

A ascensão das fintechs também gerou nos últimos tempos desconfianças quanto a longevidade de instituições financeiras tradicionais, como os bancos. Especialistas da área de finanças argumentam que a inclusão dessas novas empresas não gera ameaças, mas uma atualização no modus operandi das instituições bancárias.

Segundo Carlos Ratto, isso torna o mercado mais saudável e o deixa em constante estado de mudança e adaptação ao dia a dia dos consumidores. “Não acho que os bancos vão acabar, mas são revoluções que vão mexer no jeito como eles oferecem os produtos e serviços hoje”, justifica.

Com maior competitividade na qualidade do serviço, o reflexo se vê no preço. O spread bancário do Brasil - diferença entre os juros que os bancos pagam quando você investe seu dinheiro e os juros que cobram quando você faz um empréstimo -, que é definido por meio de dados do Banco Central, é considerado um dos mais altos do planeta. Um dos motivos é justamente a concentração do crédito disponível sob a guarda de poucas instituições, além de outros fatores de risco.

Sendo assim, quanto maior a oferta de crédito, mais baixas serão as taxas de juros. “Imagina o dinheiro sendo uma mercadoria, quanto maior a oferta dos recursos, maior a probabilidade de que o preço seja mais acessível, completa Carlos Ratto.

Cuidados e recomendações ao tomar o crédito

Assim como em toda decisão sobre a vida financeira, o consumidor que opta por tomar um empréstimo precisa tomar alguns cuidados. O primeiro deles é analisar quantos por cento da renda mensal serão comprometidos para o pagamento desse crédito. Mesmo mais barato, é necessário estar consciente dos valores futuros necessários para honrar a dívida.

De um modo geral, os especialistas aconselham que o consumidor não deve deixar que esse comprometimento de renda ultrapasse 30% do que ele ganha por mês para viver. No entanto, a falta de educação financeira da população - e a falta de incentivo à mesma - atrapalham muito nessa conscientização.

“Temos um déficit de educação financeira muito grande. Os governos nunca se preocuparam em educar bem a população. As pessoas precisam se educar mais com relação a dívidas e comprometimento da renda”, reforça José Matias Filho, professor de Administração Financeira do Mackenzie, que atenta ainda para a possível ‘bola de neve’ que pode ser gerada pela euforia de taxas acessíveis.

Além de analisar o próprio orçamento, Carlos Ratto, professor do Insper, lembra que o consumidor deve também observar minuciosamente o histórico da fintech que fornecerá o crédito, seu grau de confiabilidade, satisfação e reclamações. Afinal, “ele vai ter que disponibilizar seus dados para avaliar o risco de crédito, então é importante que ele tenha um mínimo de confiabilidade na plataforma”.

É importante checar ainda se a instituição segue as normas reguladoras do Sistema Financeiro Nacional, que é o que garante que o futuro cliente não caia numa operação fraudulenta. “Precisa conferir a idoneidade da instituição, pois ela está sujeita às regras do Banco Central e devem segui-las”, diz José Matias Filho.

Para ajudar na escolha da empresa que mais se alinha à busca de serviço de cada pessoa, a Revista Digital Creditas listou cinco fintechs que trabalham com modalidades de empréstimo online. Confira:

1- Creditas

Atuante no mercado de crédito há sete anos, a Creditas oferece o serviço de empréstimo com garantia de veículo ou imóvel para pessoa física, com taxas de juros que partem de 1,15% (imóvel) e 1,69% ao mês (veículo). O valor mínimo para cada solicitação é de 30 000 reais para imóvel e de 5 000 reais para veículo.

O processo de solicitação começa por meio de uma simulação de empréstimo online, onde o cliente disponibiliza informações sobre o bem que deseja usar como garantia. Se for pré-qualificado, um consultor entra em contato com o cliente para fazer a checagem dos dados e iniciar o processo de análise de crédito. Uma vez pré-aprovado, o cliente envia a documentação, é encaminhado para laudo (imóvel) ou vistoria (veículo) e o contrato é formalizado.

A liberação do dinheiro na conta do cliente acontece em até três dias para os solicitantes da modalidade com veículo.

2- Nubank

Já consolidada pelos serviços bancários que presta desde 2013, o Nubank passou a oferecer empréstimo online pessoal desde fevereiro deste ano, de forma gradual, somente para quem é cliente da NuConta e do cartão de crédito. De acordo com a empresa, aproximadamente 600 000 clientes devem ter o crédito pré-aprovado disponível para contratação nos próximos meses. Todo o processo é feito pelo aplicativo da empresa.

As taxas de juros oscilam entre 2,1% e 5%, com limite de 24 meses para o pagamento. O processo se inicia por meio de uma simulação, com valor desejado, número de parcelas e a data para iniciar o pagamento. O aplicativo automaticamente mostra os valores total e mensal a serem pagos pelo crédito.

Após a contratação, o dinheiro é transferido imediatamente para a NuConta e o usuário pode gerenciar pelo aplicativo a evolução dos pagamentos. Todas as parcelas são consultadas numa única tela e o cliente pode optar por adiantar os pagamentos.

3- Lendico

A Lendico opera desde 2015 é correspondente dos bancos BMG, CBSS e Portocred e oferece empréstimos pessoais de 1 000 reais a 50 000 reais, com parcelamento em até 36 vezes, de acordo com a análise de crédito. As taxas de juros partem de 2.97% ao mês.

Para iniciar o processo, o cliente acessa o site e faz a solicitação que passa por uma pré-análise de crédito, o que segundo a empresa leva no máximo 3 minutos. Se ele for pré-aprovado, passa então para uma fase de envio de documentação para a checagem. Quem é aprovado e decide por tomar o empréstimo online faz a assinatura da Cédula de Crédito Bancário (CCB) de forma digital e recebe o valor na conta em até dois dias úteis.

4- Rebel

Correspondente bancário da Lecca Crédito, Financiamentos e Investimentos S.A., a Rebel é uma plataforma voltada ao empréstimo pessoal sem garantias a pessoas que tenham histórico positivo de crédito e renda mensal comprovada.

A empresa promete a finalização do processo de análise em até duas horas e, em caso de aprovação, liberação do dinheiro em até um dia útil. O valor mínimo de de solicitação de crédito de 1 000 reais e máximo de 25 000 reais. As taxas de juros partem de 2,9% ao mês e são definidas com base na análise de perfil de crédito que cada cliente. O prazo para pagamento do empréstimo é de até 24 meses. O empréstimo online da Rebel pode ser solicitado mesmo que a pessoa já tenha um crédito consignado contratado.

5- Nexoos

Voltada ao meio empresarial, a Nexoos é uma plataforma que que conecta empresas que necessitam de empréstimos com investidores, operando no modelo peer-to-peer lending, popularmente conhecido como P2P. Em 2018, a empresa financiou mais de 80 milhões de reais, crescimento de 260% em relação ao ano anterior.

Para poder solicitar um empréstimo online, a empresa deve ter um histórico de faturamento de pelo menos 12 meses, a partir da data do pedido de crédito, e que seja maior que 200 000 reais. Também é preciso apresentar demonstrativos financeiros, como demonstrativo de resultado e extrato da conta PJ, para a análise de crédito e geração do relatório para os investidores. Podem ser solicitados valores de 20 000 a 500 000 reais, com prazo de 3 a 24 meses.

Já para quem quer investir, os requisitos básicos são ser brasileiro maior de 18 anos, não ser pessoa politicamente exposta, e dispor de pelo menos 6 000 reais para fazer o aporte inicial em um portfólio de empresas aprovadas. Os aportes posteriores são a partir de 2 000 reais.

Receba conteúdos exclusivos

Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.

  • 0 Likes
Thiago Fadini

Escrito por Thiago FadiniRepórter da Revista Digital Creditas. Conectado à economia, política, novos negócios e, nas horas vagas, metido a comentarista esportivo.

Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010