Revolucionando o empréstimo no Brasil
Creditas
Creditas
Crédito e empréstimo

Dúvida? 5 passos para descobrir se o empréstimo é de qualidade

Identificar a motivação do crédito, comparar condições, usar bens como garantia e checar a reputação da empresa ajudam a prevenir fraudes e a contratar o melhor crédito para o seu bolso

Escrito por Thiago Fadini em 18.04.2019 | Atualizado em 12.06.2019

  • 0 Likes

O crédito é ponto chave para que grande parte da população realize projetos pessoais e/ou profissionais: seja para comprar um carro, uma casa, abrir uma empresa, executar reformas, viajar e, até mesmo, casar. Um dos entraves no momento da escolha do empréstimo, porém, é compreender qual a melhor modalidade que serve para o seu bolso - e sua realidade. Por isso, analisar fatores como conhecer a urgência e grau de perigo da dívida, observar juros e prazos, pensar em usar bens para baratear a operação e checar a idoneidade da instituição ajudam a identificar quando um empréstimo é de qualidade.

Para entender de fato o que é um crédito saudável, é simples: considera-se um empréstimo de qualidade aquele montante que te ajudará a alavancar algo - seja um sonho, projeto pessoal e/ou profissional - sem exceder ou comprometer a sua renda.

Especialistas do mercado apontam que, se as parcelas ultrapassarem 30% dos rendimentos mensais de um indivíduo ou da família, por exemplo, o empréstimo começa a se tornar oneroso. Por isso, fazer as contas e analisar minuciosamente é essencial no momento de escolha.

“O brasileiro não é muito endividado, ele é mal endividado. Ele pega juros muito altos e prazos muito curtos, tornando a qualidade da dívida é péssima”, diz Otávio Machado, líder da área de crédito para empréstimo com automóvel da Creditas. “Nos Estados Unidos, por exemplo, você pega muito mais dinheiro com melhores condições”, diz.

[hubspotemdeb title="Assine a Newsletter Creditas!" subtitle="Receba conteúdos exclusivos dos nossos especialistas em finanças"]

Empréstimo de qualidade: como identificar

Para identificar como tomar um empréstimo de qualidade, a Revista Digital Creditas, em parceria com Otávio Machado, especialista de crédito da fintech Creditas, elaborou um passo a passo para te ajudar a avaliar.

A seguir, confira cinco dicas para entender se o crédito é de qualidade e cabe no seu bolso:

1 - Verifique a necessidade do empréstimo

O primeiro ponto a ser considerado para iniciar a busca por um empréstimo de qualidade é colocar de um lado da balança o valor que será pedido e do outro a real necessidade do dinheiro. Somente assim será possível dar o primeiro passo rumo a uma tomada de crédito que resolva os problemas e caiba no seu bolso.

Imprevistos médicos, estruturais ou financeiros, por exemplo, exigem soluções mais rápidas e que geralmente acabam deixando as pessoas mal endividadas, como o cheque especial, por exemplo. Entretanto, o ônus pode ser sanado mais tarde, contratando uma modalidade de empréstimo com mais qualidade e mais vantajosa. Se a urgência for moderada ou pequena, é possível analisar opções com mais calma, observando juros, prazos e parcelas.

“A pessoa precisa refletir sobre qual é a urgência daquele dinheiro, qual é o motivo daquele endividamento, porque alguns produtos têm a sua burocracia e o seu modo de operação e talvez não possam atender. Para cada urgência há uma série de opções”, afirma Otávio Machado, líder da área de crédito para automóvel da Creditas.

Em instituições financeiras com boa reputação, os consultores comerciais procuram entender as motivações dos clientes em buscar o empréstimo. Muitas das vezes, os profissionais ajudam a pessoa a buscar alternativas mais vantajosas em relação ao pedido inicial - como o aumento ou redução do valor pedido, quitação de mais de uma pendência do consumidor e etc.

Isso pode ajudar na hora de decidir se aquele é o melhor momento para emprestar o dinheiro.

2 - Compare juros e parcelas

Uma vez que se enxergue a dimensão da necessidade pelo crédito e se analise a possibilidade de usar o bem como garantia, o consumidor deve pesquisar pelas instituições que oferecem o serviço e comparar as condições de pagamento - dentro da modalidade que mais se encaixar na situação. Porém, o hábito de comparar números é um tabu na rotina do consumidor.

O levantamento do cenário de crédito de 2018 da CNDL/SPC Brasil revelou que, embora a maior parte dos entrevistados (39,1%) tenha escolhido um empréstimo levando em consideração as menores taxas e juros, o percentual de entrevistados que não analisaram as tarifas cobradas foi alto: 23,2%. Dessa amostra, 9,2% não pensaram nisso na hora da contratação do serviço e outros 9,2% precisavam tanto do dinheiro que contrataram independentemente de custos.

No momento de fazer essa comparação, é importante colocar no papel as taxas de juros e o percentual de comprometimento da renda que será gerado com as parcelas.

Empréstimo com garantia, consignado (no caso de empregados do setor público, privado, aposentados e pensionistas do INSS) e de cooperativas de crédito são opções que têm em sua maioria taxas de juros mais baixas e parcelas com valores mais em conta.

3- Prazo que cabe no seu planejamento

Ainda no comparativo das condições, é necessário se atentar aos prazos oferecidos pela instituição financeira para a amortização do empréstimo.

Um maior tempo para pagar está ligado com a possibilidade de se obter parcelas menores - evitando assim um comprometimento excessivo mensal com a dívida. Além disso, se o motivo do empréstimo for retomar a saúde financeira, prazos maiores ajuda a criar fluxo de caixa e aquele “respiro” nas contas.

“Não foque somente nas taxas. Imagine que tenho um empréstimo em que vou pagar taxa de 2,50% e no outro 2,70% ao mês, só que esse último me permite estender o prazo com uma parcela menor. Às vezes o último é mais vantajoso porque dá uma folga maior no orçamento”, exemplifica Otávio Machado.

4 - Considere usar um ativo a seu favor

Se você tiver um carro ou uma casa, considere utilizá-los a seu favor em uma tomada de crédito. Neste caso, a modalidade do empréstimo online com garantia se torna uma boa opção. Nela, você pode usar bens para diminuir o risco da operação - consequentemente, derrubando os juros, o valor das parcelas e aumentando o prazo para quitação.

O fator principal que permite a modalidade se tornar atrativa é uma operação chamada alienação fiduciária. O cliente, que tem um imóvel, automóvel ou qualquer outro ativo que se encaixe como garantia o submete a esse processo. Ao final, o bem da pessoa que pretende tomar o crédito fica alienado à instituição financeira que vai emprestar o dinheiro. Vale lembrar que esse ativo continua sendo de posse direta do cliente e ele continua a utilizá-lo normalmente.

5 - Cheque a idoneidade da empresa  

Separadas as empresas com as melhores condições, chega-se a um ponto muito relevante: checar a idoneidade da instituição financeira.

Outro levantamento da CNDL/SPC Brasil divulgado em abril de 2019 indicou que a contratação de empréstimos fraudulentos foi o terceiro motivo que mais lesou os brasileiros nos últimos 12 meses, correspondente a 11% dos casos.

O Banco Central do Brasil orienta os consumidores a se apoiarem sobre três pilares que ajudam a confirmar se a reputação da empresa é boa: ficar atento a condições fora da média do mercado; jamais efetuar pagamentos prévios pela contratação de um serviço; e conferir se a instituição tem autorização do Bacen para funcionar.

“Quando for tomar um crédito, olhe a taxa média do mesmo empréstimo de outras empresas, tenha base comparativa. Desconfie de coisas que estão muito boas ou muito ruins”, salienta Otávio Machado, da área de crédito da Creditas.

Além disso, a internet se torna uma ferramenta poderosa de pesquisa e checagem. Sites como o Reclame Aqui, que lista comentários e avaliações de clientes de milhares de empresas, o próprio Banco Central e as análises estaduais do Procon são consideradas fontes primárias nesse sentido.

Receba conteúdos exclusivos

Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.

  • 0 Likes
Thiago Fadini

Escrito por Thiago Fadini

Repórter da Revista Digital Creditas. Conectado à economia, política, novos negócios e, nas horas vagas, metido a comentarista esportivo.
Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010