Revolucionando o empréstimo no Brasil
Finanças

Qual é o melhor momento para comprar dólar? Confira dicas

Após atingir R$ 4,19 em outubro, a maior cotação do ano, o dólar voltou a cair nos últimos dias e fechou abaixo dos R$ 4 nesta terça-feira (5). Está de viagem marcada? Confira dicas para economizar ao comprar a moeda americana

Escrito por Elaine Ortiz em 06.11.2019 | Atualizado em 06.11.2019

  • 0 Likes

Ninguém sabe com certeza qual é a melhor hora para comprar dólar. Por mais que acompanhe relatórios, notícias e especulações, nada disso indica com 100% de precisão qual será a próxima cotação. A moeda americana oscila por fatores internos e externos impossíveis de prever. Nesta terça-feira (5), o dólar recuou 0,5%, a R$ 3,993, menor valor desde a última quarta-feira (30), quando o dólar comercial fechou em queda de 0,40%, a R$ 3,987 na venda e atingiu o mais baixo valor de fechamento desde 13 de agosto. Segundo analistas de mercado, a queda, dessa vez, foi influenciada pelo anúncio do pacote de medidas do ministro da Economia Paulo Guedes e, ainda, por conta do megaleilão do pré-sal que trará uma grande entrada de dólares no país. Ou seja, é realmente muito difícil ter certeza sobre o melhor momento. Mas é possível agir com uma estratégia inteligente, planejada e precavida e fazer bons negócios antes de viajar. Confira dicas para comprar dólar. 

Leia mais: 5 dicas para comprar passagens e economizar dinheiro para viajar

Planejamento

“Um bom planejamento faz total diferença na hora de comprar dólares”, diz Alexandre Monteiro, sócio da MelhorCambio.com. “O melhor momento para comprar seus dólares é quando você tem seu dinheiro reservado para isso, se deixar para a última hora, pode ser que você não consiga comprar a quantidade que gostaria, tanto pelo fato da cotação estar alta ou por não ter reservado a quantidade necessária em reais”. 

Sabendo disso, a gerente de projetos Aline Ferreira Marra Santos, 32 anos, que irá viajar para a Disney em agosto de 2020, começou a organizar sua viagem de férias com um ano de antecedência. Desde que decidiu o destino, ela acompanha o noticiário de economia diariamente para entender as oscilações do dólar e conseguir definir o melhor momento para efetuar a compra da moeda americana. “Comprar aos pouco é a minha estratégia. Por enquanto, além de guardar mensalmente dinheiro para este fim, estou consumindo muita informação sobre as oscilações do dólar para saber qual o momento mais apropriado para realizar a primeira compra”, diz. Como ainda faltam 9 meses para sua viagem, Aline tem a possibilidade de fazer bons negócios e economizar nas operações de câmbio. 

Leia mais: Aprenda a fazer um planejamento financeiro de verdade

Dicas para comprar dólar

Confira, abaixo, outras dicas de Alexandre Monteiro:

 Defina o roteiro da viagem com antecedência

Não é apenas a moeda estrangeira que precisa ser vista com antecedência. Toda a viagem precisa ser pensada meses antes: quanto tempo você vai ficar fora, onde, o que vai fazer, qual o itinerário. O ideal é você já ter a ideia da viagem na cabeça um ano antes dela acontecer.

Leia mais: Brasil e exterior: 10 destinos mais baratos para viajar 

Separe seus reais, um pouquinho por vez

Se você conseguiu já ter um panorama do planejamento um ano antes, fica bem mais fácil guardar dinheiro para a viagem. E isso inclui separar um pouquinho, todo mês, para a compra dos dólares. Além disso, separe uma parte do dinheiro para pagar possíveis despesas que tiver no cartão de crédito durante o período que estiver fora.

Fique atento ao noticiário

Os fatos relacionados à economia têm extrema ligação com a cotação do dólar. Eleições para presidente, intervenção na economia de um país, queda do preço de algum item específico (como petróleo)… tudo isso é interpretado como bom ou ruim por importadores, investidores, governo, especuladores, entre outros agentes que estão envolvidos com o uso constante do dólar. Isso faz com que a moeda fique mais valorizada ou desvalorizada, de acordo com a notícia do dia. O cenário político do Brasil e dos Estados Unidos também influencia muito no valor da moeda. Por isso, procure acompanhar como está o momento atual da política no país americano, quais os movimentos que o governo de lá (e o daqui) estão seguindo etc. Esta é uma ótima dica para comprar dólar.

Leia mais: Como uma nova crise econômica mundial afetaria o Brasil?

Fique de olho no histórico da cotação

O MelhorCambio.com tem uma ferramenta que disponibiliza várias informações sobre o dólar para você ir acompanhando e vendo qual o melhor momento de comprar seu dinheiro: o Dólar Hoje. Nele, você vê em que cidade a moeda está mais barata, e ainda acompanha o histórico do dia, da semana, do mês e do trimestre. Assim, dá para ter uma ideia de como está a movimentação.

Compre seus dólares de pouquinho em pouquinho

Comprar dólar constantemente e antecipadamente faz com que você vá juntando tudo de forma tranquila, organizada e sem desespero. Não compre apenas na véspera, nem deixe para comprar outro dia acreditando que o preço vai melhorar. É aí que mora o perigo! Procure comprar de pouquinho em pouquinho, sempre em intervalos regulares. Se você quer ter US$ 2 mil dólares, por exemplo, invista em torno de R$ 500 por mês na hora de comprar dólar. Defina uma frequência, separe o dinheiro e siga essa estratégia. Assim você evita ficar refém das oscilações de câmbio que vêm acontecendo ultimamente. Nossa recomendação é que você compre um pouco por mês porque, nessa frequência, sempre vai haver um momento de queda perfeito para a compra. Todo mês, as empresas costumam comprar dólares para pagar suas despesas nessa moeda. Depois que esses pagamentos são feitos, a demanda cai e, consequentemente, o valor também cai. Ao observar o histórico na ferramenta Dólar Hoje, veja as cotações dos últimos 3 meses e confira se há um momento de queda em cada mês. Tente enxergar o padrão no gráfico e fique atento ao mesmo período referente ao mês atual.

Trocar o dólar no destino ou ainda no Brasil? 

É sempre bom sair do Brasil com a moeda comprada. Isso permite que o usuário faça boas compras, com planejamento de compra fracionada nas baixas cotações. O viajante que optar por comprar fora, pode acabar comprando em um momento de alta ou até mesmo ter o Real mais desvalorizado no país de destino. 

Cartão pré-pago internacional pode ser uma boa ideia?

O cartão pré pago tem uma tarifa de IOF seis vezes maior que para compra de papel moeda. Pode ser uma alternativa mais segura, mas o preço é mais elevado. Caso o usuário opte por essa opção, o ideal é sempre ter um pouco de papel moeda também para emergências.

Comprar dólar online ou em casa de câmbio? 

Geralmente as compras online saem mais caras pelo fato do usuário acabar pagando algumas taxas e ficar seduzido por comprar todo o montante de uma vez. Comprar através de uma casa de câmbio e fazer a barganha através de sites como o MelhorCambio.com continua sendo a melhor opção.

Receba conteúdos exclusivos

Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.

  • 0 Likes
Elaine Ortiz

Escrito por Elaine Ortiz

Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010