Revolucionando o empréstimo no Brasil
Creditas
Creditas
Finanças

Saque do FGTS: saiba como planejar o uso a favor de suas finanças

Em entrevista, Veridiana Lopes, do Economia Diária, explica como organizar as finanças para fazer o benefício render - e valer a pena

Escrito por Paula Bezerra em 21.08.2019 | Atualizado em 23.08.2019

  • 0 Likes

Em menos de um mês, o governo federal disponibilizará o saque do FGTS - o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Garantido por lei a quem atua no mercado de trabalho por meio do regime CLT, o FGTS foi criado com o finalidade de proteger o trabalhador demitido sem justa causa. Desde o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB), porém, ele passou a ter um papel ainda mais importante: ajudar a reaquecer a economia e, principalmente, liberar um dinheiro extra aos que andam com dificuldades de manter o orçamento doméstico em dia.

Não à toa o governo de Jair Bolsonaro (PSL) oficializou, no mês de julho, o saque do FGTS em duas modalidades: saque imediato, que será liberado já em setembro; e o saque aniversário, benefício que passará a ser concedido anualmente aos solicitantes. 

A estimativa do ministério da Economia é que o saque do FGTS por parte da população movimente cerca de 30 bilhões de reais apenas em 2019, sendo 28 bilhões de reais por meio do FGTS e 12 bilhões de reais pelo PIS. Além disso, prevê-se que 106 milhões de brasileiros serão contemplados com o benefício. 

[hubspotemdeb title="Assine a Newsletter Creditas!" subtitle="Receba conteúdos exclusivos dos nossos especialistas em finanças"]

Saque do FGTS: como planejar?

Com a renda extra disponibilizada pelo governo, vem à dúvida: como organizar e planejar, de maneira efetiva, o destino do saque do FGTS? 

Principalmente em um país como o Brasil, onde o planejamento financeiro não é o forte de parte da população. Um estudo divulgado neste pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) evidencia o fato. De acordo com a análise, menos de 20% da população pouparam dinheiro no início do ano, por exemplo. 

A dificuldade em economizar dinheiro e guardar um montante extra é ainda maior entre os brasileiros de menor renda. Segundo o levantamento, as classes C, D e E, apenas 15% conseguiram guardar ao menos parte de seus salários.

Considerando esse cenário, a especialista em finanças pessoais e fundadora do canal Economia Diária, Veridiana Lopes, reforça a importância da organização financeira em momentos de renda extra, como é o caso do saque do FGTS.

“Planejar as contas não precisa ser exatamente em uma planilha”, diz. “O importante é ter noção do que entra e o que sai. Fazer o controle efetivo”, comenta.

Tendo em mãos a quantia da renda extra, é importante que o beneficiado tenha uma visão clara de como vai utilizar o dinheiro - e o que vai priorizar: dívidas, estudos, o montante destinado a situações de emergências, e etc.

Atenção inadimplentes: é a hora de quitar as dívidas

Entre as principais dicas dadas por Veridiana está a de quitar dívidas. Isso porque, ficar inadimplente e com o nome sujo acarreta graves entraves a vida financeira, já que o acesso ao crédito fica reduzido e a pessoa pode ter dificuldade de comprar à prazo. A somatória disso tudo pode virar uma bola de neve e refletir em mais endividamento. 

Embora pareça ser um montante pequeno, o valor do FGTS pode - e deve - servir como fonte de solução de problemas. Outro estudo revelado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), indica que 53% dos brasileiros com contas atrasadas têm débitos que não superam 1 000 reais. Ainda, de acordo com a análise, quatro, em cada dez inadimplentes, devem até 500 reais - exatamente o valor disponibilizado pelo governo federal. 

Para entender melhor as táticas para planejar o destino do FGTS, conversamos com Veridiana Lopes, do Economia Diária. Confira, a seguir, a entrevista completa:

 

2y_hxVQ/?utm_source=ig_web_copy_link

Receba conteúdos exclusivos

Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.

  • 0 Likes
Paula Bezerra

Escrito por Paula Bezerra

Editora da Revista Digital Creditas, jornalista de coração e alma. Escreve sobre finanças, inovação, economia, cultura e o que mais der na telha.
Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010