Revolucionando o empréstimo no Brasil
Creditas
Creditas
Empreendedorismo

Como a Black Friday pode ser boa para a sua carreira? Confira dicas 

Nem só de produtos vive a Black Friday. Saiba como aproveitar a temporada de descontos para alavancar sua vida profissional

Escrito por Elaine Ortiz em 22.11.2019 | Atualizado em 22.11.2019

  • 0 Likes

A Black Friday é muito conhecida pelos descontos atrativos que oferece em produtos, principalmente os comercializados no ambiente online. No Brasil, com o crescimento da data, as lojas físicas passaram a aderir ao evento. Agora, a novidade chegou também ao setor de serviços com promoções em itens que muitas vezes não são palpáveis, mas que trazem benefícios no longo prazo. Como por exemplo, educação. Cada vez mais escolas de idiomas, cursos online e até mesmo cursos de pós-graduação criam promoções para conquistar novos estudantes no mês de novembro. 

Segundo dados apurados em todas as regiões do país pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 21% dos empresários brasileiros – do comércio e do ramo de serviços -, devem aderir ao dia de promoções da Black Friday 2019, que neste ano será comemorada no dia 29 de novembro. Se as estimativas se confirmarem, haverá um crescimento de adesões, uma vez que em 2018, 16% dos empresários participaram do evento.

A Minds English School é uma das escolas de idioma que resolveu apostar na data. Investiu pela primeira vez na Black Friday em 2015 e, desde então, viu suas matrículas aumentarem 22% no mês de novembro. “Como uma rede de escolas de inglês, nada mais natural do que trazer essa data tão conhecida dos Estados Unidos para os alunos com descontos, vantagens e forma de pagamento facilitada", explica a CEO da escola, Leiza Oliveira.

Cursos online também oferecem ótimas oportunidades para quem quer se desenvolver e investir na carreira. O Udemy, maior marketplace global de ensino e aprendizagem, oferece mais de 130 mil cursos durante todo o ano, mas também aproveita a Black Friday para abaixar os preços de alguns conteúdos. 

“Nós nos esforçamos para oferecer conhecimento a um preço acessível, uma das metas da nossa empresa é democratizar a educação”, diz Sergio Agudo, diretor de negócios da Udemy para a América Latina. “A Black Friday funciona como um empurrãozinho, quando a pessoa adquire um curso em promoção, não o adquire somente porque está barato, mas porque aquele é o curso certo para ele”, diz.

Leia mais: Perfil no LinkedIn: entenda como a rede pode alavancar sua carreira

Seletividade

Para a professora Miriam Rodrigues, especialista em Gestão de Pessoas da Universidade Presbiteriana Mackenzie, este é um ponto muito importante,  não perder a seletividade ao comprar um curso na Black Friday. “Fazer um curso somente porque ele está barato definitivamente não é interessante, pode significar perda de tempo e de dinheiro, recursos normalmente escassos para as pessoas”, diz a professora. “O mais relevante é buscar conhecimentos que realmente possam ser convertidos em competências e, estas, em práticas, e que ambas estejam alinhadas ao tipo de trabalho ou ao tipo de empresa que o profissional está buscando”.

É o caso da engenheira de 28 anos Luize Eid Roncon, que aproveitou a Black Friday de 2018 para comprar um curso de SCRUM e Métodos Ágeis na Clarify, que oferece treinamentos em tecnologia e gestão. “É questão de oportunidade, a Black Friday está aí para gente aproveitar. Eu já queria fazer este curso e já estava pesquisando conteúdos desse tipo e aí uma amiga minha me disse para esperar a Black Friday porque teria promoção”, conta. “Acompanhei alguns meses antes o preço do curso para  me certificar se de fato ia ter desconto ou se não seria a metade do dobro”.

A engenheira conta ainda que acabou fazendo o curso só nove meses após a compra, mas que coincidiu com a mudança de emprego. “Entrei justamente em um projeto ágil e usava exatamente o que eu estava aprendendo no curso, casou com o meu momento profissional e foi muito bom porque ao mesmo tempo que eu estava agindo na prática eu estava aprendendo no curso”, diz. “Foi a primeira vez que comprei um serviço na Black Friday, é natural quando a gente pensa nesse evento associar a shopping, eletrodomésticos, internet, comércio eletrônico, coisas materiais, tangíveis. Para mim foi uma experiência super diferente e muito proveitosa”. 

Leia mais: Fonte de crescimento para carreira: veja o que pensam 4 empresários

Efetivação após trabalho temporário

Para quem busca uma recolocação profissional, o fim do ano pode ser uma ótima oportunidade. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o comércio deve contratar o maior número de funcionários temporários desde 2013. Ao todo, serão abertas cerca de 91 mil vagas, um avanço de 4% em relação ao mesmo período do ano passado. Para os trabalhadores que conseguirem uma oportunidade temporária no fim deste ano, fazer um novo curso adquirido em promoção na Black Friday pode aumentar a chance de efetivação após o período de festas.

A professora Miriam Rodrigues, especialista em Gestão de Pessoas da Universidade Presbiteriana Mackenzie, explica que esse movimento é possível sim, mas desde que o curso  esteja relacionado com a área na qual trabalhou. “Ainda assim é importante lembrar que as chances de efetivação estão mais diretamente relacionadas com a existência ou não de vagas e com a performance do profissional”, alerta. 

“É fato que os cursos possuem a finalidade de desenvolver competências, sejam técnicas, sejam comportamentais. Mas, é necessário que estas competências sejam efetivamente postas em prática para que o possível empregador as perceba como diferencial e opte pela contratação do profissional em questão. Em outras palavras, é fundamental lembrar que deve-se colocar em prática o que é aprendido”.

Para Sergio Agudo, da Udemy, é importante que o profissional encontre um curso que lhe dê alguma competência que seja necessária ou desejável para o trabalho que ele está fazendo. “Por exemplo, alguém que vai trabalhar no shopping como vendedor no final do ano pode fazer cursos sobre habilidades em vendas ou gestão de estoques”, diz.

Além disso, Sergio ressalta que o recesso de final de ano pode ser utilizado para se capacitar. “O profissional pode aproveitar o tempo livre para fazer as aulas. E, como os vídeos duram, geralmente, poucos minutos, estudar nas férias não quer dizer deixar de curtir o tempo livre com outras coisas”, diz. “Para quem não tem férias, o final do ano também pode ser uma boa época para aprender uma habilidade nova, se preparar para o ano seguinte, buscar uma promoção, um novo emprego”.

Até mesmo cursos de pós-graduação EAD (ensino a distância) podem ser encontrados em promoção na Black Friday, com bolsas de até 60%. E também cursos de idiomas. Além disso, cursos gratuitos também estão disponíveis em plataformas digitais durante todo o ano, alguns deles, inclusive, oferecidos por instituições de renome, nacionais ou internacionais. 

Intercâmbio

Quem sonha em estudar fora do país para aprimorar algum idioma e conquistar uma boa posição no mercado de trabalho, pode aproveitar a Black Friday para aderir a programas de viagens oferecidos pelas agências. Em 2018, 365 mil brasileiros fizeram  um intercâmbio, um aumento de 20% em comparação com os 302 mil intercambistas de 2017. Os dados são da Associação de Agências de Intercâmbio do Brasil (Belta). 

Agências de todo o Brasil estão oferecendo no mês da Black Friday descontos e condições de parcelamento diferenciados, isenção em taxa de acomodação, isenção de taxas de matrícula e muitos outros benefícios. “Sabendo-se que existe a possibilidade de bons cursos e que cursos que agreguem valor à performance do profissional estão sendo oferecidos a preços convidativos, por que não pesquisar e, eventualmente, aproveitar a oportunidade para aprender coisas novas e, efetivamente, dar um upgrade no currículo?”, diz a professora Miriam Rodrigues, do Mackenzie.

Leia mais: Cada vez mais brasileiros buscam estudar fora. Entenda o porquê

Receba conteúdos exclusivos
Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.
Carregando...
  • 0 Likes
Elaine Ortiz

Escrito por Elaine Ortiz

Repórter do Portal Exponencial, com dez anos de experiência em redações de jornais e revistas. Acredita que informação de qualidade é capaz de fazer a diferença na vida das pessoas e que conhecimento financeiro tem tudo a ver com liberdade.
Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010